A NASA e a Força Espacial dos EUA juntas definem o futuro das viagens espaciais. Na terça (22), a NASA divulgou sua junção com a recentemente oficializada Força Espacial dos EUA. De acordo com o anúncio da agência espacial, a união assegura colaboração mútuas. Ou seja, em áreas como voos espaciais humano, política espacial da nação norte-americana e defesa planetária.

Novo asteroide fica perto de nós nesta quinta

“As parcerias da NASA são vitais para garantir que a América continue a liderar o mundo no uso pacífico do espaço sideral”, afirmou Jim Bridenstine, administrador da NASA. Ele também disse que “este acordo com a Força Espacial dos EUA reafirma e continua nosso rico legado de colaboração com o Departamento de Defesa e fornece uma base crítica para investigar áreas de interesse mútuo para nossos distintos papéis civis e de defesa no espaço”.

A NASA e a Força Espacial dos EUA juntas definem o futuro das viagens espaciais
A NASA e a Força Espacial dos EUA juntas definem o futuro das viagens espaciais – Foto: Printscreen/Geek Blog

Futuro das viagens espaciais

Para oficializar a união, a agência espacial compartilhou um memorando. Este que toma o lugar do acordo anterior assinado há 14 ano entre a NASA e o então Comando Espacial da Força Aérea dos EUA. Com o acordo anterior, ambas as agências trocaram dados que dizem respeito a estudos e desenvolvimento de missões de de interesse mútuo. Dessa maneira, a longa trajetória da união entre a NASA e os militares é renovada a partir de acorda. União essa que remonta ao final dos anos 50, vale lembrar.

Dessa forma, a NASA conta agora com o apoio da Força Espacial para assegurar que seus funcionários internacionais estejam de acordo com os protocolos estabelecidos pelos Estados Unidos para os projetos conjuntos de exploração especial. Principalmente ao levar em consideração o programa Artemis. Do qual tem o objetivo de retornar a humanidade para a Lua e que já abriu espaço para a inclusão de outros países.

A Força Espacial dos Estados Unidos foi adicionada pelo presidente Donald Trump em dezembro de 2019, com o foco em “proporcionar liberdade de operações para os EUA no espaço, do espaço e para o espaço”. Isso está na National Defense Authorization Act (NDAA, ou “Lei de Autorização de Defesa Nacional”), a lei que tornou oficial o desenvolvimento deste que se transformou no sexto ramo das Forças Armadas dos EUA.

O que você achou do futuro das viagens espaciais? Deixe seu comentário. Além disso, não se esqueça de entrar no nosso grupo do Telegram. Dessa forma, é só clicar no botão “Canal do Telegram” no topo direito da página.