Banco Central (BC) estuda emitir moeda digital. O BC comunicou na quinta (20), o desenvolvimento de um time de estudos para conversar sobre emitir uma moeda digital no território brasileiro. O objetivo é mapear os potenciais riscos do processo, assim como verificar os impactos da decisão na estabilidade financeira do Brasil e a condução das políticas monetária e econômica.

Como o nome indica, uma moeda digital não tem representantes físicos – sua circulação acontece somente através do meio eletrônico. No entanto, é importante distinguir esse modelo de moeda com criptomoedas (como o bitcoin), das quais não têm garantia no país.

A moeda digital do Banco Central (CBDC) não iria trazer concorrência para o real. Em anúncio, o BC diz que “trata-se de apenas uma nova forma de representação da moeda já emitida pela autoridade monetária nacional, ou seja, faz parte da política monetária do país de emissão”.

Caso seja efetivada, a CBDC tem a possibilidade de “provocar mudanças substanciais no Sistema Financeiro Nacional”. Além disso, pode acrescentar vantagens complementares aos do PIX – novo modelo de pagamentos instantâneos que começará seu funcionamento em 16 de novembro.

O que é PIX? Saiba mais sobre o novo sistema de pagamento!

A emissão de moeda digital por bancos centrais é foco de pesquisa em todo o mundo, e tem a possibilidade de aprimorar a maneira como as pessoas e nações fazem transações de comércio.

Banco Central estuda emitir moeda digital. O que você achou da novidade? Deixe seu comentário. Além disso, não se esqueça de entrar no nosso grupo do Telegram. É só clicar no botão “Canal do Telegram” no topo direito da página.