A “guerra dos navegadores” é algo que acontece há algum tempo. Em algumas ocasiões, achamos que ela está acabada. Mas de repente alguém, em algum lugar, diz para si mesmo: “O que precisamos é de outro navegador da web”. Dessa forma, vão surgindo novos navegadores, como é o caso do Brave Browser.

Veja também os melhores navegadores de internet para usar!

Historicamente, um “novo navegador da web” significava que alguns nerd queriam escrever um mecanismo de renderização HTML/CSS melhor, um mecanismo JavaScript super rápido e, em seguida, envolver uma IU em torno disso. Entretanto, as guerras do “motor ” acabaram basicamente com o motor do Chromium, chamado Blink, basicamente alimentando tudo (Chrome, Opera, Edge, Vivaldi). As exceções notáveis ??são o Firefox e o Safari da Apple.

O navegador Brave usa o Blink, portanto não é especial nesse aspecto. O que o torna especial é a ênfase em colocar a privacidade e a segurança em primeiro plano. Portanto, vamos dar uma olhada no que este navegador traz para a mesa nesta revisão do Brave Browser.

O problema é o rastreamento de anúncios

Brave Browser: conheça mais esse navegador! – Foto: Reprodução/Dinheiro Vivo

A maioria dos navegadores faz um bom trabalho em mantê-lo seguro enquanto navega. Dessa forma, há suporte universal para conexões HTTP seguras, suporte para guias anônimas (útil quando você está usando um computador público e não o seu) e vários níveis de suporte de sandbox que impede que uma guia roube dados de outra. No entanto, uma área em que a privacidade foi lentamente corroída é a publicidade.

Para ser eficaz, a publicidade precisa ser direcionada. É inútil me mostrar anúncios sobre equipamentos de escalada ou carrinhos de bebê, mas mostre-me um anúncio das últimas novidades em tecnologia e talvez, eu clique. Para enviar os anúncios certos para as pessoas certas, os anunciantes criam perfis virtuais sobre suas atividades de navegação na web e começam a aprimorar seus gostos e desgostos. Isso por si só parece inofensivo, até mesmo útil. No entanto, as técnicas de rastreamento que os anunciantes usam estão se tornando cada vez mais invasivas.

A publicidade online envolve muito dinheiro. O Google tem uma receita anual medida em bilhões de dólares, US$ 161 bilhões em 2019. A maior parte desse dinheiro vem da publicidade. Claro, ele vende aplicativos e filmes, oferece serviços em nuvem e vende smartphones Pixel e alto-falantes inteligentes Google Home. Mas a maior parte do dinheiro vem da publicidade. 

Os limites parecem se confudir

Brave Browser: conheça mais esse navegador! - Foto: Reprodução/Android Authority
Brave Browser: conheça mais esse navegador! – Foto: Reprodução/Android Authority

Como acontece com a maioria dos empreendimentos comerciais, os limites entre o comportamento ético e a busca incessante de lucro parecem confundir-se quanto maiores as somas de dinheiro. Por muito tempo, os anunciantes estavam ganhando. Mas os consumidores começaram a se rebelar. Embora iniciativas como “Do Not Track” e o GDPR da UE tenham tentado cortar as asas dos anunciantes, geralmente foram mal concebidas e mal implementadas. Para a maioria das pessoas, o GDPR significa apenas que elas precisam clicar em uma mensagem “Aceito seus cookies” sempre que visitarem um novo site.

A opção mais drástica disponível para os usuários é bloquear completamente os rastreadores de coleta de dados, o que, por sua vez, significa bloquear a maioria dos anúncios.

Retome o controle com o Brave Browser

Brave Browser: conheça mais esse navegador! - Foto: Reprodução/Android Authority
Brave Browser: conheça mais esse navegador! – Foto: Reprodução/Android Authority

Existem muitas opções disponíveis para aqueles que desejam bloquear rastreadores, mas o navegador Brave torna isso mais fácil. A maioria das plataformas de publicidade usa técnicas para tentar identificá-lo e rastreá-lo conforme você se movimenta pela web. Dessa forma, o navegador Brave bloqueia tudo isso, permitindo que você navegue livremente. Além das vantagens de privacidade, há também um aumento de desempenho. De acordo com os testes internos da Brave, o navegador de Web da Brave pode carregar os principais sites de notícias até seis vezes mais rápido do que o Chrome, Safari e Firefox no celular e computador. Por quê? Porque todas as imagens extras, JavaScript e dados de rastreamento não são mais necessários.

Mas isso não prejudicará os editores que dependem da receita de anúncios?

Brave Browser: conheça mais esse navegador! - Foto: Divulgação/Brave
Brave Browser: conheça mais esse navegador! – Foto: Divulgação/Brave

A resposta simples é sim. Dos amadores que precisam financiar seus sites ou canais do YouTube, aos sites independentes, livres de grilhões corporativos a receita de publicidade é essencial. Até agora não usei um bloqueador de anúncios porque sei que um bom conteúdo não é gratuito. “Todo mundo precisa comer”. Mas Brave tem uma resposta surpreendente para esse problema – Brave Rewards.

Em vez de tentar você a clicar em anúncios, a Brave calcula anonimamente a quantidade de atenção que você dá aos sites que visita. Uma vez por mês, o programa Brave Rewards compensará os sites que você visitou. Além disso, você também pode dar dicas diretamente aos criadores e remover todos os sites que não deseja oferecer suporte.

A diferença é que a moeda por trás do Brave Rewards não é o dólar americano, ou o euro, mas uma criptomoeda chamada BAT (Basic Attention Token), que por si só usa o blockchain Ethereum. A ideia é que a publicidade digital blockchain pode oferecer uma troca de anúncios digital transparente e descentralizada.

O primeiro estágio na substituição do modelo de publicidade tradicional é trazer o navegador Brave para o mercado principal, juntamente com seu uso embutido de BAT. O estágio dois é para usuários, editores e anunciantes usarem o BAT como meio de financiamento de publicidade e serviços baseados na atenção. Como o nome indica, o valor do token é derivado de – ou denominado pela – atenção do usuário, a única mercadoria que você precisa gastar enquanto usa a web.

BATs, sustentação e dicas

Brave Browser: conheça mais esse navegador! - Foto: Divulgação/Brave
Brave Browser: conheça mais esse navegador! – Foto: Divulgação/Brave

Como todas as criptomoedas, você precisa manter seus tokens em uma carteira. Brave inclui uma carteira anônima que é armazenada localmente no seu computador ou dispositivo móvel. Em uma atualização futura, você poderá sincronizar a carteira em seus dispositivos usando um serviço de carteira online. Como uma observação lateral, a sincronização de favoritos, etc. está atualmente desativada no navegador Brave porque o sistema atual está com falhas. Os desenvolvedores estão trabalhando no Sync V2, que será compatível com o protocolo de sincronização oficial do Google.

Você pode ganhar fichas visualizando Brave Ads. Os anúncios apresentados são baseados em seus interesses, conforme inferido de seu comportamento de navegação. No entanto, desta vez, nenhum dado pessoal ou histórico de navegação sai do seu navegador. Quando você clica em um anúncio, você ganha uma parte de um BAT.

Brave Browser: conheça mais esse navegador! - Foto: Reprodução/Android Authority
Brave Browser: conheça mais esse navegador! – Foto: Reprodução/Android Authority

Ao ver algo de que gosta online, você pode apoiar o criador do conteúdo enviando uma dica, como um agradecimento. Os criadores verificados recebem suas dicas durante a primeira semana de cada mês. Além disso, você também pode definir uma contribuição mensal recorrente.

Funcionamento do Uphold

Se você deseja transformar a moeda tradicional em BATs, você pode  colocar  fundos em sua carteira usando Uphold.com. Uphold é uma plataforma de dinheiro digital com mais de 1 milhão de usuários, cobrindo mais de 50 moedas e quatro commodities. Não acredito nas “plataformas de dinheiro digital” em geral, pois comprar moedas/fichas é fácil, no entanto, convertê-los de volta em dinheiro real tem sido – na minha experiência – um desafio. No entanto, parece que aqui, as trocas realmente funcionam!

Brave Browser: conheça mais esse navegador! – Foto: Reprodução/Android Authority

A Uphold irá liberar um cartão de débito vinculado à sua conta. Dessa forma, você receberá um cartão físico com chip e PIN e um cartão virtual para comprar coisas online. É um Mastercard, o que significa que será aceito em milhões de estabelecimentos e caixas eletrônicos em todo o mundo. 

Dessa forma, você via entrar numa longa lista de espera para receber o cartão. Aparentemente, você pode pular a fila indicando amigos. Dessa forma, quanto mais pessoas indicar, mais cedo recebe o cartão. Portanto, para uma boa “dica ao consumidor”, considere dar uma olhada por si mesmo.

Mas o Chrome é um devorador de memória!

Brave Browser: conheça mais esse navegador! – Foto: Reprodução/Android Authority

Mesmo com a conversa revolucionária de derrubar a indústria da publicidade, o navegador Brave ainda precisa ser um navegador da web decente para ganhar qualquer “tração”. Dessa forma, testamos a velocidade do JavaScript do Brave e é mais rápido que o Chrome e Firefox, mas mais lento que o Microsoft Edge. Quando se trata de uso de memória, o Brave usa menos memória por guia do que o Chrome, Firefox e Edge. Esses são bons sinais. Como ele usa os mesmos componentes internos do Chrome e do Edge, a experiência de navegação é a esperada e não consegui detectar nenhuma diferença ou anomalia na renderização, etc.

Outra vantagem das raízes de Chromium da Brave é que você tem acesso à Chrome Web Store. Dessa forma, quando você clica em “extensões”, você é levado diretamente para a loja virtual do Google, nem mesmo uma cópia ou réplica barata, mas a loja real do Google. Isso significa que a migração para o navegador Brave é muito simples para usuários do Chrome ou Edge. Além disso, você também pode importar seus favoritos do Edge, Chrome, Firefox ou um arquivo HTML. Entretanto, não descobri uma maneira de importar senhas salvas (o que acho que é uma coisa boa), mas se você estiver usando um gerenciador de senhas como LastPass ou Dashlane, isso não fará diferença.

Você deve mudar para o Brave Browser?

Brave Browser: conheça mais esse navegador! - Foto: Reprodução/heaven32
Brave Browser: conheça mais esse navegador! – Foto: Reprodução/heaven32

O navegador Brave rapidamente se tornou parte do meu fluxo de trabalho normal. Tenho usado para alguns sites/tarefas todos os dias e as razões para não migrar totalmente para ele são, digamos, inexistentes. O Brave está disponível para Windows, macOS, Linux, iOS e Android. A experiência é tão consistente quanto qualquer outro navegador em um conjunto tão diverso de plataformas. Infelizmente, não há suporte para dispositivos ARM como o Surface Pro X, ou para placas como a Raspberry Pi. No entanto, isso é perdoável neste estágio de desenvolvimento do navegador.

De qualquer forma, caso você deseje dar uma chance ao Brave, e eu recomendo que você faça, use o link abaixo.

Faça o download do Brave!

Gostou? O que achou? Deixe seu comentário. Além disso, não se esqueça de entrar no nosso grupo do Telegram. É só clicar em “Canal do Telegram” que es´ta localizado no canto superior direito da página!