A Microsoft lentamente está deixando de lado os comandos do CMD na interface do Windows. Mas isso não é algo feito sem razão. O CMD é uma ferramenta antiquada e quase sempre desnecessária de uma era de entrada baseada em texto. No entanto, muitos comandos continuam bem úteis.

Veja também atalhos do Windows 7, 8 e 10!

Dessa forma, aqui nesta matéria, apresentamos os comandos essenciais que todo usuário do Windows precisa saber.

Comandos do Prompt de Comando do Windows

1. Assoc

Comandos do CMD: conheça os principais comandos do Prompt do Windows! - Foto: Reprodução/ Rafael Vieira
Comandos do CMD: conheça os principais comandos do Prompt do Windows! – Foto: Reprodução/ Make Use Of

A maioria dos arquivos no Windows está associada a um programa específico designado para abrir o arquivo por padrão. Portanto, às vezes, lembrar dessas associações pode ser confuso. Você pode se lembrar digitando o comando “assoc” para exibir uma lista completa de extensões de nome de arquivo e associações de programa.

Além disso, você também pode estender o comando para alterar as associações de arquivos. Por exemplo, o “assoc .txt =” mudará a associação de arquivo para arquivos de texto para qualquer programa que você inserir após o sinal de igual. O próprio comando “Assoc” revelará os nomes das extensões e dos programas, o que o ajudará a usar esse comando de maneira adequada.  Você provavelmente pode fazer isso mais facilmente na GUI, mas a interface da linha de comando é uma alternativa perfeitamente funcional.

2. Cipher

Comandos do CMD: conheça os principais comandos do Prompt do Windows! - Foto: Reprodução/ Rafael Vieira
Comandos do CMD: conheça os principais comandos do Prompt do Windows! – Foto: Reprodução/ Make Use Of

Excluir arquivos em um disco rígido mecânico realmente não os exclui. Em vez disso, ele marca os arquivos como não acessíveis e o espaço que ocupam como livre. Dessa forma, os arquivos permanecem recuperáveis ??até que o sistema os substitua com novos dados, o que pode levar algum tempo.

O comando cipher, entretanto, limpa um diretório gravando dados aleatórios nele. Para limpar sua unidade C, por exemplo, você usaria o comando “cipher / w: c”, que limpará o espaço livre na unidade. O comando não sobrescreve os dados não excluídos, portanto, você não apagará os arquivos necessários executando este comando.

Você pode usar um host de outros comandos de criptografia, no entanto, eles geralmente são redundantes com versões do Windows habilitadas para BitLocker.

3. Driverquery

Comandos do CMD: conheça os principais comandos do Prompt do Windows!
Comandos do CMD: conheça os principais comandos do Prompt do Windows! – Foto: Reprodução/ Make Use Of

Os drivers permanecem entre os softwares mais importantes instalados em um PC. Dessa forma, drivers configurados incorretamente ou ausentes podem causar todos os tipos de problemas. Portanto, é bom ter acesso a uma lista do que está em seu PC. Isso é exatamente o que o comando “driverquery” faz. Além disso, você pode estendê-lo para “driverquery -v” para obter mais informações, incluindo o diretório no qual o driver está instalado.

4. File Compare

Comandos do CMD: conheça os principais comandos do Prompt do Windows!
Comandos do CMD: conheça os principais comandos do Prompt do Windows! – Foto: Reprodução/ Make Use Of

Você pode usar este comando para identificar diferenças de texto entre dois arquivos. Dessa forma, ele é particularmente útil para escritores e programadores que tentam encontrar pequenas alterações entre duas versões de um arquivo. Basta digitar “fc” e, em seguida, o caminho do diretório e o nome do arquivo dos dois arquivos que deseja comparar.

Além disso, você também pode estender o comando de várias maneiras. Digitar “/ b” compara apenas a saída binária, “/ c” desconsidera a capitalização do texto na comparação e “/ l” compara apenas texto ASCII.

Então, por exemplo, você pode usar o seguinte:

fc /l "C:\Program Files (x86)\example1.doc" "C:\Program Files (x86)\example2.doc"

O comando acima compara o texto ASCII em documentos de duas palavras.

5. Ipconfig

Comandos do CMD: conheça os principais comandos do Prompt do Windows!
Comandos do CMD: conheça os principais comandos do Prompt do Windows! – Foto: Reprodução/ Make Use Of

Este comando retransmite o endereço de IP que seu PC está usando no momento. No entanto, se você estiver atrás de um roteador (como a maioria dos PCs hoje), receberá o endereço de rede local do roteador.

Ainda assim, o ipconfig é útil por causa de suas extensões. Dessa forma, o “ipconfig / release” seguido de “ipconfig / renew” pode forçar seu PC com Windows a solicitar um novo endereço de IP, o que é útil se o seu PC alegar que um não está disponível. Além disso, você também pode usar “ipconfig / flushdns” para atualizar seu endereço de DNS. Portanto, esses comandos são ótimos se o solucionador de problemas de rede do Windows travar, o que acontece ocasionalmente.

6. Netstat

Comandos do CMD: conheça os principais comandos do Prompt do Windows! – Foto: Reprodução/ Make Use Of

Digitar o comando “netstat -an” fornecerá a você uma lista de portas abertas no momento e endereços de IP relacionados. Além disso, este comando também informará em qual estado a porta está – “ouvindo”, “estabelecida” ou “fechada”.

Dessa forma, este é um ótimo comando para quando você está tentando solucionar problemas de dispositivos conectados ao seu PC ou quando teme que um Trojan infectou o seu sistema e está tentando localizar uma conexão maliciosa.

7. Ping

Comandos do CMD: conheça os principais comandos do Prompt do Windows! – Foto: Reprodução/ Make Use Of

Às vezes, você precisa saber se os pacotes estão chegando ou não a um dispositivo de rede específico. É aí que o ping se torna útil.

Portanto, digitar “ping” seguido por um endereço de IP ou domínio da web enviará uma série de pacotes de teste para o endereço especificado. Dessa forma, se eles chegarem e forem devolvidos, você sabe que o dispositivo é capaz de se comunicar com o seu PC. Por outro lado, se falhar, você sabe que há algo bloqueando a comunicação entre o dispositivo e o PC. Isso pode ajudá-lo a decidir se a raiz do problema é uma configuração inadequada ou uma falha de hardware de rede.

8. PathPing

Comandos do CMD: conheça os principais comandos do Prompt do Windows! – Foto: Reprodução/ Make Use Of

Esta é uma versão mais avançada do ping, útil se houver vários roteadores entre o seu PC e o dispositivo que você está testando. Como o ping, você usa esse comando digitando “pathping” seguido do endereço IP, mas, ao contrário do ping, o pathping também retransmite algumas informações sobre a rota que os pacotes de teste seguem.

9. Tracert

Comandos do CMD: conheça os principais comandos do Prompt do Windows! – Foto: Reprodução/ Make Use Of

O comando “tracert” é semelhante ao pathping. Mais uma vez, digite “tracert” seguido do endereço de IP ou domínio que deseja rastrear. Dessa forma, você receberá informações sobre cada etapa da rota entre seu PC e o destino. Ao contrário do pathping, entretanto, o tracert também rastreia quanto tempo (em milissegundos) leva cada salto entre servidores ou dispositivos.

10. Powercfg

Comandos do CMD: conheça os principais comandos do Prompt do Windows! – Foto: Reprodução/ Make Use Of

Powercfg é um comando muito poderoso para gerenciar e rastrear como seu computador usa energia. Dessa forma, você pode usar o comando “powercfg hibernate on” e “powercfg hibernate off” para gerenciar a hibernação e também pode usar o comando “powercfg / a” para ver os estados de economia de energia atualmente disponíveis em seu PC.

Outro comando útil é o “powercfg / devicequery s1_supported”, que exibe uma lista de dispositivos em seu PC que oferecem suporte ao modo de espera conectado. Quando ativados, você pode usar esses dispositivos para tirar o PC do modo de espera – mesmo remotamente. Portanto, você pode habilitar isso selecionando o dispositivo no “Gerenciador de dispositivos”, abrindo suas propriedades, indo para a guia “Gerenciamento de energia” e marcando a caixa “Permitir que este dispositivo desperte o PC”.

“Powercfg / lastwake” mostrará qual dispositivo despertou seu PC da última vez do estado de hibernação. Além disso, você pode usar este comando para solucionar problemas do seu PC se ele parecer acordar aleatoriamente.

Comandos do CMD: conheça os principais comandos do Prompt do Windows! – Foto: Reprodução/ Make Use Of

Você pode usar o comando “powercfg / energy” para criar um relatório de consumo de energia detalhado para o seu PC. Dessa forma, o relatório é salvo no diretório indicado após a conclusão do comando. Este relatório permitirá que você saiba de quaisquer falhas do sistema que podem aumentar o consumo de energia, como dispositivos bloqueando certos modos de hibernação ou mal configurados para responder às configurações de gerenciamento de energia.

Além disso, o Windows 8 adicionou “powercfg / batteryreport”, que fornece uma análise detalhada do uso da bateria, se aplicável. Normalmente enviado para o diretório do usuário do Windows, o relatório fornece detalhes sobre o tempo e a duração dos ciclos de carga e descarga, vida útil média da bateria e capacidade estimada da bateria.

11. Shutdown

Comandos do CMD: conheça os principais comandos do Prompt do Windows! – Foto: Reprodução/ Make Use Of

O Windows 8 introduziu o comando de desligamento que (você adivinhou!) desliga o computador.

Isso é, obviamente, redundante com o botão de desligamento já facilmente acessado, mas o que não é redundante é o comando “shutdown / r / o”, que reinicia seu PC e abre o menu de Opções de Inicialização Avançada, onde você pode acessar o Modo de Segurança e utilitários de recuperação do Windows.  Portanto, isso é útil se você deseja reiniciar o PC para fins de solução de problemas.

12. Systeminfo

Comandos do CMD: conheça os principais comandos do Prompt do Windows!
Comandos do CMD: conheça os principais comandos do Prompt do Windows! – Foto: Reprodução/ Make Use Of

Este comando lhe dará uma visão geral detalhada da configuração do seu computador. Dessa forma, a lista cobre seu SO e hardware. Por exemplo, você pode consultar a data de instalação original do Windows, a hora da última inicialização, a versão do BIOS, memória total e disponível, hotfixes instalados, configurações de placa de rede e muito mais.

Além disso, use “systeminfo / s” seguido do nome do host de um PC em sua rede local, para obter remotamente as informações desse sistema. Isso pode exigir elementos de sintaxe adicionais para o domínio, nome de usuário e senha, como este: “systeminfo / s [host_name] / u [domain] \ [user_name] / p [user_password]”

13. System File Checker

Comandos do CMD: conheça os principais comandos do Prompt do Windows! – Foto: Reprodução/ Make Use Of

O Verificador de arquivos do sistema é uma ferramenta automática de verificação e reparo que se concentra nos arquivos de sistema do Windows.

Dessa forma, você precisará executar o prompt de comando com privilégios de administrador e inserir o comando “sfc / scannow”. Se o SFC encontrar arquivos corrompidos ou ausentes, ele os substituirá automaticamente usando cópias em cache mantidas pelo Windows apenas para esse propósito. No entanto, o comando pode levar meia hora para ser executado em notebooks mais antigos.

14. Tasklist

Comandos do CMD: conheça os principais comandos do Prompt do Windows!
Comandos do CMD: conheça os principais comandos do Prompt do Windows! – Foto: Reprodução/ Make Use Of

Você pode usar o comando “lista de tarefas” para fornecer uma lista atual de todas as tarefas em execução no seu PC. Embora um tanto redundante com o Gerenciador de Tarefas, o comando às vezes pode localizar tarefas ocultas da exibição nesse utilitário.

Além disso, também existe uma grande variedade de modificadores. O “Tasklist -svc” mostra os serviços relacionados a cada tarefa, use “tasklist -v” para obter mais detalhes sobre cada tarefa e “tasklist -m” localizará os arquivos .dll associados às tarefas ativas. Portanto, esses comandos são úteis para solução de problemas avançada.

15. Taskkill

Comandos do CMD: conheça os principais comandos do Prompt do Windows!
Comandos do CMD: conheça os principais comandos do Prompt do Windows! – Foto: Reprodução/ Make Use Of

As tarefas que aparecem no comando “lista de tarefas” terão um executável e um ID de processo (um número de quatro ou cinco dígitos) associado a elas. Dessa forma, você pode forçar a parada de um programa usando “taskkill -im” seguido pelo nome do executável ou “taskkill -pid” seguido pelo ID do processo. Novamente, isso é um pouco redundante com o Gerenciador de Tarefas, mas você pode usá-lo para matar programas ocultos ou que não respondem.

Gostou? Deixe seu comentário. Além disso, não se esqueça de entrar no nosso grupo do Telegram. É só clicar em “Canal do Telegram” que está localizado no canto superior direito da página!