O clone de número de celular é um crime bem comum, já que a maioria das pessoas conhecem alguém que passou por essa situação. Infelizmente, quando isso ocorre o WhatsApp também pode ser clonado e muitas pessoas podem ficar sem saber o que fazer na situação. Portanto, hoje vamos mostrar como descobrir se o seu WhatsApp foi clonado e como recuperar ele.

Veja também o que é o WhatsApp Pay!

Aviso de “WhatsApp clonado”

Calma, você não recebe um aviso dizendo que seu celular está sendo clonado, mas uma mensagem chegará no aparelho alertando que o seu número esta sendo utilizado em outra localização. Isso acontece, pois o WhatsApp não permite que usem o mesmo número em dois celulares diferentes ao mesmo tempo.

Whatsapp hackeado, o que fazer? Confira as dicas! - Como recuperar WhatsApp clonado? Veja o que fazer! - Foto: Rafael Vieira
Como recuperar WhatsApp clonado? Veja o que fazer! – Foto: Rafael Vieira

Dessa forma, essa mensagem pede pra você verificar o seu aparelho. Toque em “Confirmar” e depois em “Autenticar” para que a conta fique ativa novamente em seu celular. Quando isso ocorre é porque existem grandes chances de que seu WhatsApp tenha sido clonado.

Atividade “estranha” e que você não reconhece no seu WhatsApp

Outra forma de perceber que o WhatsApp está clonado é verificar a existência de mensagens que não foi você que enviou. Além disso, observe as mensagens que você recebeu. Se alguma das mensagens que você não leu estiverem marcadas como lida, o seu WhatsApp pode ter sido clonado.

Whatsapp hackeado, o que fazer? Confira as dicas! - Como recuperar WhatsApp clonado? Veja o que fazer! - Foto: Rafael Vieira
Como recuperar WhatsApp clonado? Veja o que fazer! – Foto: Rafael Vieira

É claro que esses sinais podem indicar apenas uma falha do app, no entanto se essa falha se repetir várias vezes pode significar que o WhatsApp está mesmo clonado.

Recuperando a conta após o WhatsApp ter sido clonado

Tive o WhatsApp clonado! O que faço agora? - Reprodução/Kaspersky Lab - Como recuperar WhatsApp clonado? Veja o que fazer! - Foto: Rafael Vieira
Como recuperar WhatsApp clonado? Veja o que fazer! – Foto: Kaspersky Lab

O WhatsApp recomenda que você desinstale o app do seu celular, faça o download de novo e tente entrar com seu número. Dessa forma, parecerá que está criando a conta pela primeira vez e você receberá um código de ativação por SMS. Lembre-se, você não deve dividir esse código com ninguém, pois é através dele que os desenvolvedores mantém a sua segurança.

Na hora que você fizer o “login” com o seu aparelho, todos que estiverem logados em sua conta serão automaticamente deslogados.

Entretanto, pode ser o WhatsApp peça um segundo código. Caso não foi você que tenha cadastrado, quer dizer que o invasor usou o sistema de código de confirmação em duas etapas. Nesse caso, você terá que aguardar 7 dias para recuperar a sua conta e pedir um novo código de confirmação.

Infelizmente, no Brasil, esse é o tipo de golpe mais comum de WhatsApp. Então, nesse período de 7 dias, é necessário que você avise todos os seus contatos sobre a invasão que sofreu. Além disso, oriente eles a não passarem nenhum dado para o invasor ou fazer algum tipo de depósito.

Tipos mais comuns de golpe (WhatsApp clonado)

Roubo de dados por meio de sites

Tive o WhatsApp clonado! O que faço agora? - Reprodução/Kaspersky Lab - Como recuperar WhatsApp clonado? Veja o que fazer! - Foto: Kaspersky Lab
Como recuperar WhatsApp clonado? Veja o que fazer! – Foto: Kaspersky Lab

Este golpe é um dos golpes que mais ocorrem no Brasil. Dessa forma, ele aproveita informações publicadas em sites de vendas, como o OLX. Portanto, os golpistas entram em contato com as vítimas se passando por um representante dessa plataforma. Após o contato, eles informam que o seu perfil recebeu algumas reclamações referentes a um anúncio.

Para “resolver” esse problema, eles solicitam que você confirme o seu número fornecendo o código enviado por SMS. Neste momento, os criminosos tentam fazer o login com o seu número do WhatsApp em um outro celular. Dessa forma, você receberá uma mensagem de texto com o código de validação e o repassa para os criminosos. Dessa forma, eles passam a ter total acesso às suas conversas e grupos.

Daí em diante, os criminosos passam a ter acesso ao seu WhatsApp. Dessa forma, eles começam a entrar em contato com amigos e parentes contando histórias que geralmente envolvem a “necessidade urgente” de um depósito bancário, que normalmente acontece em uma conta de um “laranja”, com a promessa de devolver em breve.

Como recuperar WhatsApp clonado? Veja o que fazer! – Foto: Kaspersky Lab

Por se tratar de um método que não utiliza nenhum programa fraudulento, a recomendação é que o usuário fique atento a contatos recebidos em nome dessas empresas. Portanto, sempre desconfie de procedimentos de validação fora do comum. Inclusive, o WhatsApp informa no próprio SMS que você não deve dividir a chave numérica com terceiros.

Golpe que usa nomes de famosos

Esse golpe funciona de forma muito semelhante ao de cima. Dessa forma, neste golpe, um criminoso liga para você se passando por organizador de um determinado show ou evento VIP, oferecendo alguns ingressos grátis.

Portanto, ele diz que enviou um código de validação dos ingressos por SMS e pede que o usuário repasse a numeração que chegou no seu celular, que é o código de confirmação de login do seu WhatsApp. Dessa forma, assim como no modo explicado acima, o criminoso terá acesso às conversas da vítima e seguirá com as tentativas de roubar dinheiro dos seus amigos e parentes.

A Kaspersky, empresa de segurança Russa, identificou ainda uma evolução deste golpe: assim que os criminosos conseguem o WhatsApp clonado, eles ativam a verificação em duas etapas nas contas que ainda não apresentam a função acionada, impedindo que o verdadeiro dono possa recuperar sua conta.

Apps espiões usados por parceiros para hackear e ver mensagens

Como recuperar WhatsApp clonado? Veja o que fazer! – Foto: TT

“Aplicativos espiões” são capazes de monitorar todas as atividades do celular do usuário. Dessa forma, no caso do WhatsApp, é possível espelhar todas as conversas das vítimas para conseguir ler o conteúdo em um outro dispositivo. Esses aplicativos são muito utilizados por parentes controladores (como pais e mães) e por parceiros ciumentos. Além deles, criminosos também costumam utilizar esses aplicativos com muita frequência.

Entretanto, este golpe é mais incomum e também mais difícil de ser aplicado, já que os aplicativos precisam ser instalados manualmente no celular da vítima por meio da leitura de um QR Code com o aparelho da vítima em mãos. Por isso, é preciso ter muito cuidado ao entregar o celular desbloqueado para outras pessoas.

Clonagem de chip para pedir dinheiro

Essa técnica consegue clonar o chip de celulares, ou seja, o do WhatsApp também. Dessa forma, os criminosos tentam extorquir dinheiro das vítimas. Ele funciona da seguinte forma: ao utilizar uma brecha no mecanismo de verificação de identidade no call center das operadoras de telefonia, os criminosos compram chips novos e ligam para a central das empresas se passando pelas vítimas. Dessa forma, eles tentam recuperar um número perdido ou roubado.

Mesmo com a solicitação de dados pessoais, como endereço completo e CPF, vários bandidos conseguem passar por essa camada de segurança e ativar o número das vítimas no novo chip. Portanto, passam a entrar em contato com amigos e parentes para pedir depósitos em dinheiro, assim como na maioria dos golpes mencionadas acima.

Não conseguiu recuperar?

Como recuperar WhatsApp clonado? Veja o que fazer! – Foto: AD

Nesse caso, será necessário entrar em contato com o suporte do WhatsApp. Para isso, basta enviar um e-mail para [email protected] com a seguinte frase no corpo do e-mail: “Perdido/Roubado: Por favor, desative minha conta”. Além disso, inclua o seu número de celular em formato internacional, ou seja, +55 (XX) XXXXX-XXXX.

Dessa forma, o seu WhatsApp será bloqueado em todos os aparelhos que estiver sendo utilizado. Também será enviado a você um código de segurança para que refaça o cadastro novamente.

Período inativo no WhatsApp

Durante o tempo em que estiver desconectado, a sua conta irá funcionar normalmente, ou seja, caso alguém queira enviar uma mensagem para você, será possível. Dessa forma, quando você obtiver acesso novamente a sua conta, conseguirá ver as mensagens enviadas normalmente.

Como se proteger e não ter o WhatsApp clonado?

Uma dica para não ter sua conta hackeada é ativar a verificação em duas etapas. Portanto, você definirá um PIN de 6 dígitos que precisará ser digitado todas as vezes que você efetuar o login em locais diferentes.

Como recuperar WhatsApp clonado? Veja o que fazer! – Foto: Rafael Vieira

Para realizar esse procedimento vá em “Configurações > Conta > Confirmação em duas etapas”. Agora escolha um PIN e cadastre um e-mail para recuperar a conta, caso você esqueça o código.

Perguntas Frequentes

Como resolver o problema WhatsApp clonado?

O WhatsApp recomenda que você desinstale o app do seu celular, faça o download de novo e tente entrar com seu número. Dessa forma, parecerá que está criando a conta pela primeira vez e você receberá um código de ativação por SMS. Na hora que você fizer o “login” com o seu aparelho, todos que estiverem logados em sua conta serão automaticamente deslogados.
Entretanto, pode ser o WhatsApp peça um segundo código. Caso não foi você que tenha cadastrado, quer dizer que o invasor usou o sistema de código de confirmação em duas etapas. Nesse caso, você terá que aguardar 7 dias para recuperar a sua conta e pedir um novo código de confirmação.

Como cancelar WhatsApp clonado?

Para isso, basta enviar um e-mail para [email protected] com a seguinte frase no corpo do e-mail: “Perdido/Roubado: Por favor, desative minha conta”. Além disso, inclua o seu número de celular em formato internacional, ou seja, +55 (XX) XXXXX-XXXX.

O que acontece quando o WhatsApp é clonado?

Além das “atividades estranhas”, como aparecer mensagens que você não enviou, os criminosos podem cometer golpes pelo seu WhatsApp. Dessa forma, eles podem pedir dinheiro para os seus contatos.

Gostou? O que achou? Deixe seu comentário. Além disso, não se esqueça de entrar no nosso grupo do Telegram. É só clicar em “Canal do Telegram” que está localizado no canto superior direito da página!