O Microsoft Edge foi lançado em 2015 para substituir o lendário Internet Explorer. No entanto, o navegador divide opiniões desde então, já que ele apresentava muitas limitações.

Inicialmente, o aplicativo não suportava integrações e também não era possível customizar. Entretanto, ao longo dos últimos anos essas e várias outras limitações foram superadas.

Além disso, outro problema constante do navegador era a quantidade de bugs e “travamentos” que ele apresentava. Para se ter ideia, em setembro de 2017, o Microsoft Edge chegou a travar durante uma apresentação ao vivo da Microsoft. O apresentador teve que fechar o programa e instalar o Chrome para poder continuar.

Em janeiro de 2020, a Microsoft anunciou o novo e definitivo Microsoft Edge, sendo que a principal novidade é a utilização do motor Blink, o mesmo que o do Chrome.

Os novos recursos do Microsoft Edge

Primeiramente, a página inicial do navegador foi completamente modificada e agora otimiza a navegação, pois apresenta Layouts dos sites mais visitados e também apresenta integração com o Office 365. Vale mencionar que os Layouts são completamente personalizáveis.

O sistema de privacidade do navegador está completamente reformulado e muito mais fácil de configurar. Além disso, o Defender SmartScreen é muito útil contra ataques phishing e download de malwares.

Em “Coleções” é possível salvar uma página, imagem ou parte do texto para poder acessar quando quiser. Também somos capazes de criar coleções para cada assunto e nomeá-los da forma que preferirmos. O funcionamento das coleções funciona de forma muito semelhante ao da tradicional opção “Favoritos”.

O Microsoft Edge também apresenta integração com todas as extensões do Chrome. Além disso, ele aceita conteúdos da Netflix em 4K e os padrões Dolby Audio e Vision.

Por fim, o navegador apresenta o modo leitura avançada, que desativa todos os elementos considerados desnecessários em uma determinada página, para que assim a leitura seja mais fácil.

Vantagens e exclusividades

Atualmente existem vários bons navegadores no mercado, como o Chrome e o Mozilla, no entanto somente o Microsoft Edge possui todas essas características:

  • O navegador é baseado em um código livre que é constantemente atualizado;
  • Usa o mesmo motor que o Chrome;
  • Possui integração com todas as extensões do Chrome;
  • Apresenta integração com o Office 365;
  • Interface inicial muito moderna e com Layouts;
  • Barra de navegação integrada com o Google;
  • Novo sistema de coleções;
  • Modo de leitura avançada, com leitura em voz alta, realce de linha e também preferências gramaticais.

Desvantagens

Infelizmente, o navegador ainda apresenta algumas deficiências, mas que devem interferir muito pouco em sua experiência de uso:

  • Falta um sistema de vídeo em janelas destacáveis (Pop-up);
  • Ausência de uma ferramenta de captura de tela com qualidade;
  • Falta de um plugin nativo para download de áudios e vídeos.

Para baixar o novo Microsoft Edge, basta clicar aqui.

LEIA MAIS:

Como usar o Windows 10 Quick Assist para solucionar problemas de PC

Apple lança nova versão do iPhone SE, com processador do iPhone 11