Os jogos que se enquadram no apelido de “simulador” podem vir em uma ampla variedade de estilos. Desde o bizarro “Goat Simulator” de mundo aberto e o jogo de cartas abstrato “Cultist Simulator” até o tom mais sério de “Microsoft Flight Simulator”, os jogadores podem encontrar tons bens diferentes dependendo do que procuram. Após esses games, surgiu o Cooking Simulator. De forma resumida, esse game significa colocar os jogadores em uma cozinha para ver como eles se saem como cozinheiros profissionais.

Veja também o review completo de Age of Mythology!

Um objetivo bem simples

Cooking Simulator: confira o review completo do game! – Foto: Reprodução/ Project N

O objetivo de Cooking Simulator é bem simples. Como um chef de cozinha, o jogador precisa fazer uma variedade de pratos diferentes com graus de complexidade. Isso significa picar os vegetais, temperar os pratos e cozinhar bem, tudo em um cronograma estrito, enquanto os clientes famintos esperam por suas refeições.

No entanto, por mais difícil que pareça, o game é bem simples e intuitivo. O Cooking Simulator perde o “campo minado absoluto” que é o Surgeon Simulator, mas ainda depende da incapacidade do mundo dos jogos de realmente corresponder à complexidade de cozinhar de uma maneira realista. Isso não é “Cooking Mama” ou a diversão co-op caricatural de “Overcooked“, e em vez disso, Cooking Simulator encontra muita comédia em jogadores que tentam se tornar chefs famosos sem a destreza necessária.

Um jogo que busca divertir

Cooking Simulator: confira o review completo do game! - Foto: Reprodução/ Screen Rant
Cooking Simulator: confira o review completo do game! – Foto: Reprodução/ Screen Rant

Para começar, as receitas disponíveis são relativamente diretas, com pequenas listas de ingredientes que são fáceis de montar na ordem certa. Mesmo assim, os limites de tempo envolvidos podem fazer com que os jogadores tenham dificuldades para criá-los a tempo. Além disso, as receitas tornam-se mais complexas à medida que o jogo avança, e os jogadores podem não conseguir preparar as refeições de acordo com seus próprios padrões, muito menos os dos clientes que esperam do outro lado da janela.

Portannto, para os perfeccionistas, isso pode tornar o Cooking Simulator uma experiência frustrante, principalmente no “Modo Carreira”. No entanto, para aqueles que querem um pouco de pura diversão, então há algo para encontrar aqui, muito parecido com jogos como Farming Simulator e Thief Simulator.  Quando visto como um pouco do caos, onde a qualidade do produto final não é tida como o ponto-chave e o fim-de-tudo da experiência, há muita alegria para se ter no game.

Em vez disso, os jogadores provavelmente encontrarão sua melhor experiência explorando o quão mal as coisas podem dar errado. Dessa forma, a cozinha pode pegar fogo, botijões de gás podem explodir, comida pode – e vai – acabar rotineiramente no chão com pratos quebrados. E mesmo aqui, os aspirantes a chef vão servir e torcer pelo melhor.

É um bom jogo para passar o tempo

Cooking Simulator: confira o review completo do game! - Foto: Reprodução/ Screen Rant
Cooking Simulator: confira o review completo do game! – Foto: Reprodução/ Screen Rant

Com isso em mente, Cooking Simulator pode encontrar um pouco de amor.  Pensar que uma refeição foi arruinada apenas para terminar com uma pontuação decente quando servida é uma sensação ótima, e é gratificante ver a cena do desastre que pode ser deixada para trás após um turno particularmente agitado. Portanto, esse é um bom jogo para passar o tempo e ver como as coisas podem ficar complicadas quando você da liberdade demais para as coisas.

Isso tem desvantagens. O Cooking Simulator é ótimo em rajadas curtas, mas se um chef virtual estiver procurando por períodos mais longos de jogo, ele será considerado insuficiente e rapidamente se tornará uma tarefa árdua. Dessa forma, o nível de intensidade pode ser mantido por muito tempo, e quando a paciência de um jogador acaba, a alegria encontrada no fracasso não dura muito.

O Cooking Simulator tem suas limitações, mas há muita diversão enquanto dura.  Cortar, misturar e fritar é muito divertido, embora não tanto quanto causar problemas o suficiente para fazer Gordon Ramsey estremecer. Dessa forma, é um ótimo jogo para pegar e jogar para desabafar, mas não espere que esse apetite perdure.

Gostou? O que achou? Já jogou Cooking Simulator? Deixe seu comentário. Além disso, não se esqueça de entrar no nosso grupo do Telegram. Basta clicar em “Canal do Telegram” que está localizado no canto superior direito da página!