Corrida espacial: a China lançou com louvor sua primeira missão solo com Marte como objetivo. A missão foi chamada de Tianwen-1 e é do Centro de Lançamento Espacial Wenchang, na província de Hainan, hoje (23). “Long March-5”, o foguete chinês, está transportando um orbital, um lander e um veículo espacial que irá explorar a superfície de Marte no ano que vem, caso tudo aconteça de acordo com o plano.

NASA vai gravar um filme de Tom Cruise no espaço

A China já havia tentado uma missão para Marte em 2011, o objetivo era transportar equipamentos em um foguete russo. No entanto, a missão não obteve sucesso. O lançamento desta quinta-feira indica uma nova era para os objetivos espaciais da China. Isso porque estão com expectativa de alcançar três metas que os EUA demoraram décadas para cumprir: orbitar Marte, executar um pouso tranquilo em Marte e pilotar um veículo espacial na superfície de Marte.

Somente duas nações tiveram sucesso ao pousar em Marte: a antiga União Soviética em 1971, e os EUA em 1976. Os Estados Unidos finalizaram diversas missões em Marte desde 1970, o que inclui o primeiro veículo espacial no planeta. O veículo era chamado de Sojourner, do qual pousou em 4 de julho de 1996.

Corrida espacial: China lança missão independente para Marte
Corrida espacial: China lança missão independente para Marte – Foto: Reprodução/Gizmodo

Corrida espacial

O foguete da China irá chegar em Marte em fevereiro do ano que vem, uma viagem consideravelmente rápida. Isso porque a Terra e Marte estão bastante próximas no momento. A proximidade entre os dois planetas abre uma chance que só acontece de dois em dois anos. No entanto, isso indica que diversas nações agendaram seus lançamentos com Marte como destino.

Os Emirados Árabes Unidos lançaram sua primeira missão para o planeta no último fim de semana. Já a NASA tem planos para lançar seu mais novo rover, com o nome de Perseverance, ainda no início de agosto.

A agência de mídia estatal chinesa Xinhua publicou fotos do lançamento no YouTube.

O foguete Chinês ficará ativo por volta de 92 dias terrestres (90 dias no planeta vermelho), conforte o portal de notícias Sixth Tone. Os dados do rover espacial serão compartilhadas com a Terra através do orbitador, que deve ficar ativo ao menos um ano marciano (687 dias terrestres).

O veículo espacial da missão da China tem 2 metros de altura e 1,6 metro de largura, além de pesar 240kg. Ele tem diversos componentes, e os mais essenciais são exibidos com detalhes no site Parabolic Arc:

  • radar de penetração no solo capaz de captar imagens a 100 metros abaixo da superfície;
  • câmera multi-espectro;
  • câmera de navegação e topografia;
  • detector de composto de superfície;
  • detector de campo magnético;
  • instrumento de medição meteorológica.

Viagens para Marte

As pessoas do século passado sonhavam em viajar para Marte. Além disso, havia muitas expectativas do que seria feito no séc. 21. No entanto, até aqueles cientistas mais ambiciosos, como Wernher von Braun, admitiram nos anos 50 que poderia levar um século para que pudéssemos colocar os pés em Marte.

Corrida espacial: China lança missão independente para Marte
Corrida espacial: China lança missão independente para Marte – Foto: Reprodução/Gizmodo

Agentes da tecnologia, como Elon Musk, continuam insistindo que conseguirão levar as pessoas para o planeta vermelho até 2024. No entanto, existem diversos incrédulos que não acreditam que isso seja possível em tão pouco tempo. Musk afirmou que tem o desejo de morrer em Marte – presume-se que de velhice, obviamente. Devido à proximidade recente do empreendedor com o território chinês, não há certezas de que ele daria prioridade para lançar um veículo a partir da China. Além disso, seria considerado um grande golpe para a honra norte-americana quanto ao espaço.

O que você achou da corrida espacial? Deixe seu comentário. Além disso, não se esqueça de entrar no nosso grupo do Telegram. É só clicar no botão “Canal do Telegram” no topo direito da página.