Mais pessoas estão trocando seus Macs por um Surface

0

“novembro foi o melhor mês da história nas vendas do Surface”

Essa frase foi dita pela própria Microsoft com relação ao mês passado. E ela disse mais:

“Mais pessoas estão trocando seus Macs por um Surface do que nunca… Embora soubéssemos que era um produto capaz de mudar o jogo, os pedidos superaram o esperado. Isso nos deixa muito orgulhosos”

A frase que também é o título da nossa postagem, revela que o híbrido da Microsoft vem ganhando cada dia mais fama e respeito ao ponto de “roubar” os fiéis usuários da Apple.

A própria Microsoft atribui essa migração a duas coisas, primeiro: a decepção com o novo MacBook Pro, este que trouxe pouquíssimas novidades, com exceção da polêmica touch bar, segundo: ao sucesso do programa de trade-in para MacBooks, que consiste em um programa de incentivo para quem deseja trocar seu Mac por um Surface. A pessoa ganha um bom desconto usando seu Mac usado para adquirir um Surface novo.

O carro chefe dessa guinada é o Surface Pro 4, que segundo a sua criadora vendeu muito mais do que o esperado no mês passado, especialmente com as promoções da Black Friday. Eles ainda não revelaram números, mas para que a Microsoft chegasse a divulgar tais informações, eles devem ter sido bem animadores.

Essa informação também alimenta as previsões de que os dispositivos híbridos devem ser o próximo grande “Boom” tecnológico e as vendas de PCs e Notebooks tradicionais devem continuar em queda livre. A necessidade de mobilidade e versatilidade parece estar falando mais alto agora.

O baque da Apple pode ser ainda maior no ano que vem, já que o Surface Studio já chegou ao mercado e deve colocar em check a popularidade do iMac, justamente por oferecer mais versatilidade que seu concorrente por um preço semelhante. O mesmo vale para o iPad Pro, que como muitos já falaram antes, mais parece uma cópia do Surface Pro 4 do que qualquer outras coisa. Por fim, ainda tem o Surface Book, cada dia mais poderoso e que também segue a mesma linha da serie sendo, além de poderoso, extremamente versátil.

Além de toda essa questão em torno do hardware, não podemos esquecer do software, afinal, o Mac OS parou no tempo já que até hoje sequer possui mudanças significativas para funcionar em telas sensíveis ao toque, deixando essa tarefa para seu irmão mais próximo, o iOS, que nem de longe oferece os mesmo recursos que ele. Por outro lado, o Windows 10 vem mostrando o poder da unificação de suas múltiplas versões, o que pode se tornar uma tendência no futuro. Basta olhar com um pouco mais de atenção para projetos como o Andrômeda da Google, que tem como principal objetivo fundir o Android e o Chrome OS.

Da mesma forma como falamos com relação ao Android, nenhum monopólio é favorável para o consumidor, logo, desejamos que a Google e a Apple corram atrás dessa questão do S.O. unificado, e assim teremos mais e mais opções de híbridos poderosos e versáteis rodando sistemas completos e igualmente versáteis.

Fontes: The Verge

Share.

About Author

Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP - Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!