A gigante de Redmond, a Microsoft, se juntou com uma das maiores gigantes do ramo automobilístico, a Mercedes Benz, para criar um sistema para ajudar a trabalhar direto do carro.

A Microsoft tem dado a Mercedes Benz o que eles chamam de “Consultoria Construtiva”. A ideia é mudar a forma como eles se relacionam com seus clientes, entre várias outras coisas.

Tudo começou ao se juntar as informações que a Mercedes já tinha com o conhecimento que a Microsoft tem da máquina de inteligência, tudo no intuito de montar uma máquina de produção do mercado para o futuro que está a porta. Foi fundamental a participação dos chamados arquitetos digitais, que juntos com os executivos da Mercedes estão construindo tal visão.

Boa parte do processo se apropria da tecnologia Machine Learn (aprendizagem de máquina) e Inteligência Artificial (AI), então, tudo é bastante inovador. Não há como chamar tudo isso de outra forma senão de transformação digital. A Mercedes Benz é mais uma empresa que se que junta a Microsoft para ingressar nessa transformação que é inerente ao nosso tempo.

O vídeo a seguir fala um pouco sobre tudo isso.

https://www.youtube.com/watch?v=UKJmjGGzB4Y

Não é a primeira vez que Microsoft e Mercedes Benz trabalham juntas. A Microsoft Alemanha esteve no Congresso Europeu de polícia em Berlim há anos meses mostrando algumas das mais recentes inovações e tecnologias para a polícia. Em uma cena um pouco surpreendente, Microsoft tirou do bolso um Lumia 950 XL com Windows 10 Mobile e juntamente com a Mercedes-Benz, mostrou a integração com o veículo.

Durante o evento, a Microsoft apresentou o Continuum do Windows 10 Mobile em um carro Mercedes-Benz E-Class Police Edition, executando o HybridForms. A configuração usada foi um Lumia 950 XL, encaixado no Microsoft Display Dock dentro do carro para utilizar o sistema de informação e entretenimento do veículo como um display e transformá-lo em uma experiência completa de PC. Isso permite que a polícia use os apps que eles precisam para fazer suas tarefas importantes, como o HybridForms. Veja mais detalhes sobre isso aqui.