Se você já configurou um roteador sem fio sozinho, jã deve ter encontrado o termo WPS em seus menus de configuração. Além disso, já pode ter visto um botão marcado com WPS ao lado de todas as portas Ethernet na parte traseira do roteador. Mas você sabe o que é o WPS? O que significa e como ele funciona? Quais dispositivos e sistemas operacionais fornecem suporte para o WPS? Aprenda as respostas dessas perguntas e muito mais com este artigo.

Veja também o que é o QoS!

Qual é o significado de WPS (Wi-Fi Protected Setup)?

O que é WPS: saiba como melhorar a segurança da redes Wi-fi! - Foto: Reprodução/ Digital Citizen
Saiba como melhorar a segurança da redes Wi-fi! – Foto: Reprodução/ Digital Citizen

WPS significa Wi-Fi Protected Setup. Dessa forma, ele é um padrão de segurança de rede sem fio que tenta tornar as conexões entre um roteador e dispositivos sem fio mais rápidas e fáceis. O WPS funciona apenas para redes sem fio que usam uma senha criptografada com os protocolos de segurança WPA Personal ou WPA2 Personal. Além dissso, vale lembrar que o WPS não funciona em redes sem fio que usam a segurança WEP obsoleta, que pode ser facilmente violada por qualquer hacker com um conjunto básico de ferramentas e habilidades.

Em uma configuração padrão, você não pode conectar um dispositivo sem fio a uma rede sem fio a menos que saiba o nome da rede (também chamado de SSID) e sua senha (também chamada de chave WPA-PSK). Portanto, vamos supor que você deseja conectar um dispositivo, como seu celular, à rede sem fio. Em seu dispositivo, você deve primeiro escolher a rede à qual deseja se conectar e, em seguida, inserir sua senha de segurança. Sem realizar as duas etapas, você não pode se conectar à rede WiFi.

É aqui que entra o WPS para simplificar o processo de conexão.

O que o WPS pode fazer?

O que é WPS: saiba como melhorar a segurança da redes Wi-fi! - Foto: Reprodução/ Deposit Photos
Saiba como melhorar a segurança da redes Wi-fi! – Foto: Reprodução/ Deposit Photos

WPS às vezes pode simplificar o processo de conexão. Portanto, veja como as conexões WPS podem ser realizadas:

Ativando as conexões WPS

  1. Primeiramente, pressione o botão WPS em seu roteador para ativar a descoberta de novos dispositivos. Em seguida, vá até o dispositivo e selecione a rede à qual deseja se conectar. Dessa forma, o dispositivo se conectará automaticamente à rede sem fio sem inserir a senha da rede;
  2. Além disso, você pode ter dispositivos como impressoras sem fio ou extensores de alcance com seus próprios botões WPS que podem ser usados ??para fazer conexões rápidas. Dessa forma, conecte-os à rede sem fio pressionando o botão WPS no roteador e, a seguir, nesses dispositivos. Você não precisa inserir nenhum dado durante este processo. Portanto, o WPS envia automaticamente a senha da rede e esses dispositivos se lembram dela para uso futuro. Por fim, eles poderão se conectar à mesma rede no futuro sem que você precise usar o botão WPS novamente;
  3. Um terceiro método envolve o uso de um PIN de oito dígitos. Todos os roteadores com WPS habilitado possuem um código PIN que é gerado automaticamente e não pode ser alterado pelos usuários. Dessa forma, você pode encontrar este PIN na página de configuração WPS do seu roteador.  Alguns dispositivos sem um botão WPS, mas com suporte para WPS, solicitarão esse PIN. Portanto, se você inserir, eles se autenticam e se conectam à rede sem fio.
  4. Um quarto e último método também envolve o uso de um PIN de oito dígitos. Alguns dispositivos sem um botão WPS, mas com suporte WPS, irão gerar um PIN de cliente. Você pode inserir esse PIN nos painéis de configuração sem fio do roteador e ele o usará para adicionar esse dispositivo à rede.

As diferenças de velocidade entre os métodos

Embora os dois primeiros métodos sejam rápidos, os dois últimos não oferecem nenhum benefício em relação ao tempo que leva para conectar dispositivos à rede sem fio. Dessa forma, ter que digitar p PIN de oito dígitos e digitar a senha da rede sem fio é um processo muito lento. O quarto método de conexão a uma rede sem fio é ainda mais lento pois você precisa acessar a seção de configuração sem fio do roteador e digitar o PIN fornecido pelo dispositivo cliente. Se você deseja saber a aparência de um PIN WPS, aqui está um gerado por um roteador TP-Link Archer C1200.

O que é WPS: saiba como melhorar a segurança da redes Wi-fi! - Foto: Reprodução/ Digital Citizen
Saiba como melhorar a segurança da redes Wi-fi! – Foto: Reprodução/ Digital Citizen

Embora as coisas pareçam diferentes no seu roteador, o processo de conexão de dispositivos por meio de um PIN WPS funciona da mesma forma.

Onde encontro o WPS em meu roteador?

Saiba como melhorar a segurança da redes Wi-fi! – Foto: Reprodução/ Digital Citizen

Como os roteadores sem fio são os que gerenciam as conexões sem fio por meio de WPS, eles são o tipo de dispositivo mais popular que oferece suporte para esse padrão de segurança de rede. Dessa forma, quase todos os roteadores modernos têm suporte para WPS. Em muitos roteadores, o WPS é habilitado por padrão. A ativação manual do WPS acontece por meio do firmware do roteador e de sua interface de usuário de administração ou usando um botão WPS.

Na maioria dos roteadores, o botão WPS está na parte traseira do roteador, ao lado das portas Ethernet. Portanto, pressione-o uma vez e o WPS estará habilitado e funcionando. Você pode então conectar seus dispositivos sem fio por meio do WPS.

Em outros roteadores, o botão WPS é compartilhado com outros recursos. Por exemplo, em alguns roteadores TP-Link, há um botão para WPS e para ligar e desligar o WiFi. Dessa forma, um toque curto neste botão liga ou desliga o WiFi. Por outro lado, um toque longo no mesmo botão (três segundos) ativa ou desativa o WPS.

Outros roteadores sem fio, como os da Linksys, têm o botão WPS na parte traseira, mas sem nenhum texto para identificá-lo como tal. Em vez disso, eles usam o símbolo do WPS.

Por fim, outros roteadores têm o botão WPS na frente ou em um dos lados. Dessa forma, você deve consultar o manual do seu roteador e ver onde o botão WPS está colocado e sua aparência.

Quais outros dispositivos funcionam com o WPS?

O que é WPS: saiba como melhorar a segurança da redes Wi-fi! - Foto: Reprodução/ OD
Saiba como melhorar a segurança da redes Wi-fi! – Foto: Reprodução/ OD

Você pode encontrar o suporte WPS em vários equipamentos de rede. Por exemplo, as impressoras sem fio modernas podem ter um botão para estabelecer conexões rápidas. Além disso, extensores de alcance ou repetidores podem ser conectados à sua rede sem fio por meio do WPS. Notebooks, tablets, smartphones e dispositivos 2 em 1 de todos os tipos têm suporte para ele, com a ajuda do seu SO.

Quais sistemas operacionais fornecem suporte para a tecnologia e quais não?

Saiba como melhorar a segurança da redes Wi-fi! – Foto: Reprodução/ TM

A adoção do WPS não é possível quando se trata de sistemas operacionais que não fornecem suporte nativo para ele. Felizmente, os sistemas operacionais mais importantes do mercado (Windows e Android) funcionam com ele:

  • O Windows tem suporte nativo para o WPS desde 2007, quando foi implementado pela primeira vez no Windows Vista. Dessa forma, Windows 10, Windows 7 e Windows 8.1 funcionam com ele;
  • O Android começou a oferecer suporte nativo para o WPS no final de 2011, quando a versão 4.0 Ice Cream Sandwich foi lançada. Dessa forma, todas as versões subsequentes do Android funcionam com ele.

A lista de sistemas operacionais que não têm suporte nativo para o WPS inclui os sistemas operacionais OS X e iOS da Apple.

O problema com o WPS: o PIN não é seguro e fácil de hackear

Saiba como melhorar a segurança da redes Wi-fi! – Foto: Reprodução/ PPL

O padrão WPS exige o uso de um PIN em seu roteador. Mesmo que você nunca use esse PIN, o roteador sem fio o gerará. Conforme revelado pelo pesquisador de segurança Stefan Viehböck, o PIN WPS é altamente vulnerável a ataques de força bruta.

O que Stefan Viehböck aprendeu é que o PIN de oito dígitos é armazenado pelos roteadores em dois blocos de quatro dígitos cada. Dessa forma, o roteador verifica os primeiros quatro dígitos separadamente dos quatro últimos dígitos. Um hacker pode usar força bruta no primeiro bloco de quatro dígitos e passar para o segundo bloco. Portanto, um hacker inteligente com as ferramentas certas pode usar força bruta no pin em apenas 4 a 10 horas. No entanto, a maioria dos hackers deve fazer isso em cerca de um dia. Uma vez que esse PIN seja submetido à força bruta, eles podem se conectar à sua rede sem fio e encontrar sua chave de segurança, mesmo que seja complexa e protegida com criptografia adequada, obtendo assim acesso completo à sua rede.

Outros pesquisadores de segurança revelaram diferentes falhas de programação e design que tornam o WPS um tanto inseguro.

Quem inventou ele e quando?

Saiba como melhorar a segurança da redes Wi-fi! – Foto: Reprodução/ PPL

O WPS foi projetado pela Wi-Fi Alliance e apresentado ao mercado em 2006, com o objetivo de permitir que usuários domésticos que não querem mexer com longas senhas de rede sem fio e configurações de segurança conectem rapidamente novos dispositivos sem fio às suas redes.

A Wi-Fi Alliance é uma associação global sem fins lucrativos que promove a tecnologia Wi-Fi e certifica produtos Wi-Fi. Tem mais de 600 membros e inclui muitas empresas famosas, incluindo Microsoft, Apple, Samsung, Intel, Broadcom e outras. Dessa forma, todos os fornecedores relevantes de equipamentos de rede também fazem parte desta organização.

Entre outras coisas, esta organização possui a marca comercial Wi-Fi. Portanto, quando você vir um dispositivo com o logotipo Wi-Fi nele, significa que ele foi certificado pela Wi-Fi Alliance.

Conclusão

Saiba como melhorar a segurança da redes Wi-fi! – Foto: Reprodução/ Wiki

Como você pode ver neste artigo, WPS é um padrão de segurança de rede sem o fio problemático. Embora possa tornar sua vida mais fácil, também é vulnerável a ataques e pode ser difícil de usar com alguns dispositivos. Antes de encerrar este artigo, informe-nos se você usa o WPS para conectar seus dispositivos à rede sem fio. Ele funcionou bem para você? Você optou por desligá-lo devido às vulnerabilidades de segurança?

Gostou? O que achou? Deixe seu comentário. Além disso, não se esqueça de entrar no nosso grupo do Telegram. Basta clicar em “Canal do Telegram” que está localizado no canto superior direito da página!