O filme Percy Jackson e o Ladrão de Raios surgiu após o enorme sucesso que O senhor dos Anéis e Harry Potter tiveram. Dessa forma, vários filmes baseados em livros começaram a ser feitos. Um deles foi o filme de Percy Jackson e o Ladrão de Raios, baseado no livro de mesmo nome.

Veja também 20 filmes emocionantes que vão te fazer chorar!

Inicialmente, para os fãs, a ideia foi ótima, já que a saga de Percy Jackson possui milhares de fãs espalhados por todo o mundo. Dessa forma, o filme certamente teria uma ótima bilheteria e se fosse um sucesso teria pelo menos mais 4 continuações. Entretanto, não foi exatamente assim que as coisas aconteceram.

Sobre Percy Jackson e o Ladrão de Raios

Percy Jackson e o Ladrão de Raios é um filme de aventura e fantasia. Foi dirigido por Chris Columbus e produzido pela 20th Century Fox. Além disso, sua estreia aconteceu no dia 12 de fevereiro de 2010 nos EUA. Foi inspirado no livro The Lightning Thief (primeiro da série Percy Jackson & the Olympians), de Rick Riordan. Além disso, é o primeiro filme da série de filmes inspirada na série de livros.

Logan Lerman é o protagonista interpretando Percy Jackson, um adolescente de 12 anos que passa pela revelação de ser um semideus – filho de Poseidon. Como co-protagonista temos Alexandra Daddario interpretando Annabeth Chase, também semideusa e filha de Atena, que procura auxiliar Percy em seu objetivo. Também como co-protagonista, temos Brandon T. Jackson interpretando Grover Underwood, um sátiro que tem o dever de defender Percy – além de auxiliá-lo a provar sua inocência quanto a acusação de ser o ladrão de raios.

Infelizmente, o filme não teve muitas críticas boas, ficando apenas na média. O valor de produção e divulgação do título foi de US$ 135 milhões. Além disso, a arrecadação de bilheteria no mundo todo passou de 27 milhões de dólares. Destes, US$ 88,7 milhões foram apenas na América do Norte, enquanto no Brasil foram R$ 16,0 milhões (foram mais de 2 milhões de ingressos vendidos).

História

Percy Jackson e o Ladrão de Raios: confira a dica de filme de hoje!
Percy Jackson e o Ladrão de Raios – Divulgação/Percy Jackson

O maior diferencial do filmes Percy Jackson e o Ladrão de Raios é que não foi criado um universo próprio, como acontece em Senhor dos Anéis e Harry Potter. Dessa forma, o autor Rick Riordan se “apropria” da mitologia grega, que por sinal é muito rica. Dessa forma, seres como Zeus, Poseidon, Medusa e outros são comuns na obra. Isso facilita na apresentação dos personagens, já que muito deles já são muito conhecidos. Vale mencionar que existem adaptações dos personagens mitológicos, mas somente para adaptá-los na trama.

O filme gira em torno de Percy Jackson, uma adolescente que leva uma vida normal até ser atacado por um ser mitológico. Dessa forma, sua vida muda completamente o rumo. Aos poucos ele descobre que é um semideus, que tem poderes e que até então ele estava sendo mantido em segredo. Além disso, ele está sendo acusado de ter roubado uma poderosa arma.

O início do filme é muito parecido com qualquer outra história de fantasia. Há um acampamento (que funciona como uma escola) onde os semideuses são treinados e vivem entre seus “iguais”. O filme somente começa quando Percy, Grover e Annabeth saem numa missão para recuperar o objeto que foi roubado.

Enredo de Percy Jackson e o Ladrão de Raios (com spoilers)

O filme começa no topo do Empire State Building, com Zeus (Sean Bean) revelando ao seu irmão, Poseidon (Kevin McKidd), que o seu raio mestre foi levado por um ladrão. Neste momento, ele incriminou o filho do irmão de ter roubado o raio. Embora Poseidon tenha negado, Zeus o intimida, dando um prazo de 14 dias para recuperá-lo.

Em seguida, o filme foca em Percy no seu dia a dia, na escola e em casa. Neste meio tempo, várias criaturas mitológicas o procuram querendo saber do raio desaparecido. No entanto, ele não fazia ideia de que era um semideus. Então, sua aventura finalmente começa, ao lado de Grover, seu melhor amigo, que se revela um sátiro e seu protetor. Com tantas coisas acontecendo ao seu redor, sua mãe, Sally Jackson (Catherine Keener), o leva para o Acampamento Meio-Sangue e, antes que pudesse entrar no local, ela é sequestrada.

Percy Jackson e o Ladrão de Raios: confira a dica de filme de hoje!
Percy Jackson e o Ladrão de Raios: confira a dica de filme de hoje! – Foto: Produção/Rede Globo

O meio do filme

Percy acredita que tudo aquilo não passa de um sonho. Porém, no acampamento o garoto descobre toda a realidade de deuses ao seu redor. Lá, ele conhece Annabeth Chase em um jogo de capturar a bandeira e começa a experimentar os seus poderes com a água. Durante a noite, Hades aparece e afirma que Sally está viva no submundo e que está disposto a trocá-la pelo raio de Zeus.

Agora, Percy, Annabeth e Grover decidem viajar para o Mundo Inferior para resgatar Sally e precisam de três pérolas de Perséfone para sair do submundo quando a encontraram. O filme mostra os três adolescentes em busca das pérolas e da entrada do submundo. Neste meio tempo, eles conhecem Medusa, vão até a réplica do Parthenon e um hotel que faz com que nunca mais queiram sair. Por fim, quando completam a missão, as joias revelam o caminho para o submundo.

O final do filme

Quando os três finalmente entram no Mundo Inferior, Percy tenta convencer Hades que não é o ladrão de raios. No entanto, ele descobre que esteve carregando o raio todo o tempo. Por isso, lutam para manter o raio e a mãe de Percy. Porém, eles apenas possuem três pérolas para voltar para a superfície. Por isso, Grover se oferece para ficar.

O filme termina com uma batalha entre Percy e o verdadeiro ladrão de raios, onde toda a verdade é revelada e tudo volta ao normal. É claro, com um pequeno gancho para a sequência.

Personagens mitológicos e inimigos

Percy Jackson e o Ladrão de Raios: confira a dica de filme de hoje!
Percy Jackson e o Ladrão de Raios – Divulgação/Percy Jackson

Durante sua missão, Percy e seus amigos enfrente alguns personagens da mitologia grega, como Medusa e Hidra. Além disso, ele encontra o Deus Hades numa versão muito mais pop.

Portanto, podemos concluir que os personagens mitológicos aparecem na história com frequência e estão “vestidas” de forma que se encaixem nos dias atuais. Para quem tem interesse na mitologia Grega, vale a pena ver o filme e ler os livros.

Descontentamento dos Fãs

Percy Jackson e o Ladrão de Raios tinha um potencial enorme. Inclusive era uma aposta tranquila 20th Century Fox. O diretor Chris Columbus foi o responsável pelo projeto e tudo parecia perfeito, já que ele foi o diretor dos dois primeiros filmes de Harry Potter, que eram muito bons e ao mesmo tempo muito fiéis aos seus livros.

Além disso, o elenco tinha alguns nomes interessantes, como Kevin McKidd e Pierce Brosnan. Até os protagonistas (Logan Lerman, Alexandra Daddario e Brandon T. Jackson) já tinham algum papéis consideráveis na carreira. Aparentemente, a fórmula de sucesso de Harry Potter seria repetida.

Entretanto, quando o filme saiu, ocorreu muito descontentamento por parte dos fãs. O filme não era ruim, mas era muito diferente dos livros, comprometendo toda a história da saga. Esse é o principal motivo para não ter saído o terceiro filme da franquia.

Principais diferenças entre livro e filme Percy Jackson e o Ladrão de Raios

Como dito anteriormente, houve muitas diferentes entre o filme e o livro que desagradaram os fãs profundamente. A seguir, iremos mostrar as principais:

  • No filme, os personagens principais têm 16 anos de idade, enquanto no livro, eles têm 12;
  • No filme, os vilões principais são Luke e Hades, enquanto no livro é Cronos (que não é nem citado no filme);
  • Além disso, no filme, Annabeth é morena de olhos azuis, enquanto no livro ela é loira de olhos cinzentos como a mãe;
  • No livro, Annabeth era apaixonada por Luke e somente depois se interessa por Percy (no livro é implícito e no filme é explícito).

Inclusive, essa última diferença foi a mais odiada pelos fãs. No entanto, houveram muitas outras diferenças além das citadas.

Conclusão

Percy Jackson e o Ladrão de Raios é um filme interessante, com algumas boas cenas de ação, efeitos especiais e um elenco muito bom. É claro que a falta de fidelidade pode incomodar os fãs dos livros, mas ele não é um filme para ser jogado fora. Além disso, se não levarmos em consideração os livros, ele é um ótimo filme.

Veja o filme no Telecine Play!

Gostou? O que achou do filme? Deixe seu comentário. Além disso, não se esqueça de entrar no nosso grupo do Telegram. É só clicar no botão “Canal do Telegram” no topo direito da página.