Como informamos meses atrás, a polícia de NY irá substituir 36 mil Windows Phones por iPhones e a migração já começou, com o departamento entregando 600 iPhones por dia para os policiais.

“Temos entregado cerca de 600 telefones por dia,” disse Jessica Tisch, Comissária de Tecnologia da Informação da NYPD.

“Estamos vendo muita animação.” Afirmou Tisch.

Citando uma melhor segurança e velocidade, os iPhones começaram a ser entregues um pouco antes do Natal.

Policiais no Bronx e Staten Island foram os primeiros a receber os iPhones modelo 7 ou 7 Plus.

Uma vez que todos os policiais em Manhattan tiverem recebidos seus novos iPhones, a distribuição vai para o Brooklyn e o Queens. Os iPhones, muito parecido com seus antecessores Lumia, da Nokia, marcam um salto quântico no policiamento, onde tudo, desde a chamadas do 911, despachos de antecedentes criminais,  relatórios de acidente, auxílio,  relatórios de violência doméstica e vídeo em tempo real podem ser acessados rapidamente.

“Realmente sinto que é a ferramenta final para estar junto com o policial durante uma patrulha,” disse o policial Christopher Clampitt.

Clampitt, 29, entrou para o NYPD em 2010, cerca de quatro anos antes do prefeito Bill de Blasio e o antigo Comissário de polícia, Bill Bratton, anunciar o investimento de US $ 160 milhões na polícia de Nova Iorque para colocar um smartphone na mão de cada policial.

Com os smartphones, o NYPD tem visto seus tempos de resposta crítica a crimes em andamento diminuir em 14%, disse Tisch.

Inspetor Anthony Tasso e a Comissário de Tecnologia da Informação, Jessica Tisch.

 

Os iPhones também permitem que a polícia receba fotos e vídeos de câmeras de vigilância de suspeitos procurados dentro de minutos após o crime.

“(os telefones) fazem a nossa polícia mais eficiente, segura e feliz”, disse o inspetor Anthony Tasso. “Só ajuda.”

Ao dar telefones aos policiais, um tesouro de informações está na ponta dos dedos, mas, alguns oficiais ainda encontram também, os apps mais tradicionais — que os clientes do iPhone usam todos os dias — o que é mais benéfico.

iPhones 7 e 7 Plus

O Oficial de polícia Wendy Laurore, que se formou na Academia em outubro, disse que ele não era capaz de contornar a 13ª quadra sem o app Waze, para navegação, rotas e mapas.

Ele também gosta do app 911, que lhe dá um visual geral sobre uma determinada chamada de emergência.

“Eu gosto de ler a descrição do trabalho”, disse, “Dá-me uma preparação mental sobre como você vai reagir quando chegar lá, como você vai cuidar do atendimento.” Afirmou Laurore.

A transição do Windows Phone para o iPhone não custará um centavo, já que a NYPD tem um contrato com AT&T de atualização de hardware desatualizado, que é o caso da linha Lumia, ela ofereceu o iPhone 7 e iPhone 7 Plus  de graça à polícia. Cerca de 600 iPhones estão sendo entregues diariamente para um total de 36.000 oficiais.

nypd-smartphones-10

Os telefones Lumia, da Nokia/Microsoft, em sua grande maioria eram os modelos Lumia 830 e 640XL, que não vão para o lixo também. O departamento está em processo de limpar os dados de todos os telefones antigos e tem planos de vendê-los novamente para a empresa.

Desde que a Microsoft já confirmou o fim do suporte ao Windows 10 Mobile e sem novos aparelhos no mercado, lembrando que os últimos smartphones lançados pela empresa foram os Lumias 950 e 950 XL em 2015, não faz mais sentido à polícia de NY continuar nesta investida. É interessante notar que a NYPD sempre foi torcedora do Windows Phone da Microsoft, no entanto, assim como nós, usuários comuns, faltam novos aparelhos e principalmente os Apps.

Fonte: DailyNews