Tudo indica que o fim da “novela TikTok” está bem próximo. O motivo para isso é que o Departamento de Comércio dos Estados Unidos publicou um comunicado em que fica claro a intenção de banir o serviço no próximo domingo (20). Além do TikTok, outros apps devem sofrer o mesmo destino, como é o caso do WeChat.

Veja também como usar o TikTok!

Apesar do impacto da notícia, ela não é exatamente uma novidade. Há um bom tempo, o governo de Donald Trump tem declarado “guerra” ao TikTok e outros aplicativos com origem chinesa.

Segundo Donald Trump, o TikTok ameaça a soberania americana e a segurança nacional, já que serve como mecanismo de espionagem para a China, país de origem da rede social.

Além disso, vale lembrar que o WeChat, serviço de mensagens muito popular entre os chineses, sofre a mesma acusação.

O WeChat pode não ser tão popular aqui no Brasil ou nos EUA, mas ele tem mais de 1 bilhão de usuários. No entanto, a maioria está localizada na Ásia, com grande destaque para a China. Dessa forma, uma futura exclusão do app no EUA não é tão preocupante.

Tentativa de americanizar o TikTok

Tiktok e Wechat serão banidos do EUA: entenda! - Foto: Reprodução/ Prop Mark
Tiktok e Wechat serão banidos do EUA: entenda! – Foto: Reprodução/ Prop Mark

Por outro lado, para o TikTok, o impacto da exclusão será bem maior. Atualmente, a rede social é um fenômeno global e, como tal, tem uma grande base de usuários nos EUA. Dessa forma, cerca de 100 milhões de usuários ativos possuem contas nos EUA. Portanto, as consequências poderão ser catastróficas.

Para amenizar a situação houve uma tentativa de “americanizar” o TikTok. Dessa forma, uma das saídas seria a venda das operações do TikTok nos EUA para uma empresa do país. A Microsoft chegou a manifestar interesse, mas sua proposta não foi suficientemente boa para a ByteDance vender o TikTok.

Além disso, a Oracle também apareceu como uma interessada. No entanto, com uma abordagem bem diferente: ao invés de comprar o TikTok, a Oracle faria apenas uma parceria com a ByteDance. Dessa forma, a Oracle apenas iria gerir o serviço e teria uma participação minoritária no negócio. Inclusive, para sair completamente do radar de Donald Trump, caberia à Oracle ter o controle sobre os dados de usuários americanos no TikTok

Tiktok e Wechat serão banidos do EUA: entenda! – Foto: Reprodução/ We Chat

Como as negociações entre a Oracle e a Bytedance são muito recentes, ainda há chances do governo dos EUA aprovar o acordo. No entanto, é preciso deixar claro que é pouco provável que isso aconteça antes do domingo. Dessa forma, é provável que o Tiktok seja mesmo excluído, mas com chances de voltar.

O que acontecerá se o banimento se concretizar?

“As ações de hoje provam mais uma vez que o presidente Trump fará tudo o que for possível para garantir a segurança nacional e proteger os americanos das ameaças do Partido Comunista da China”, diz Wilbur Ross na nota.

Se o banimento ocorrer, os aplicativos não poderão fazer qualquer prestação de serviço. No caso do WeChat, quaisquer serviços para transferir fundos ou processar pagamentos dentro do EUA também devem ser proibidos.

Além disso, na prática, ambos os apps terão que ser removidos de lojas como App Store e Google Play. Por fim, usuários que já tiverem os aplicativos instalados não conseguirão atualizá-los.

Gostou? O que achou? Deixe seu comentário. Além disso, não se esqueça de entrar no nosso grupo do Telegram. Basta clicar em “Canal do Telegram” que está localizado no canto superior direito da página!