TikTok proibido? O presidente dos EUA, Donal Trump, comunicou no último sábado que irá banir o aplicativo TikTok do país.

Como usar o TikTok: Confira alguns vídeos e explicações que separamos

Ele confirmou que tinha a possibilidade de assinar uma ordem executiva a respeito do assunto ainda no sábado.

Além disso, as autoridades de segurança dos EUA mostraram receio de que o aplicativo, do qual pertence a companhia chinesa ByteDance, pode ser utilizado para conseguir informações pessoais de estadunidenses para partilhá-los com o governo da China.

O TikTok desmente as acusações.

Além disso, depois do sinal de Trump, a gerente-geral do TikTok nos EUA, Vanessa Pappas, disse que o aplicativo está “aqui (nos EUA) por um longo prazo”. Em vídeo, ela afirmou que seu time está desenvolvendo “o mais seguro dos aplicativos”.

TikTok proibido? O que está por trás do anúncio de Trump
TikTok proibido? O que está por trás do anúncio de Trump – Foto: Reprodução/Gizmodo Brasil

A ferramenta, que tem se desenvolvido de forma rápida, tem por volta de 80 milhões de usuários ativos todos os meses nos EUA. O banimento afetaria bastante a empresa ByteDance.

“No que diz respeito ao TikTok, estamos proibindo-o nos Estados Unidos”, afirmou Trump, que estava dentro do avião presidencial em companhia de repórteres que acompanham a Casa Branca.

Além disso, ainda não há certeza se o presidente norte-americano pode proibir o TikTok, como o banimento seria aplicado e quais dificuldades legais que a ação teria que enfrentar.

Negociação com a Microsoft para aquisição do TikTok

A Microsoft está negociando com a ByteDance para comprar o aplicativo. No entanto, Trump mostra dúvidas que a transação possa ser aprovada. No sábado, fontes mencionadas pela agência de notícias Reuters falaram que a ByteDance teria se disposto a vender o controle do aplicativo nos Estados Unidos à Microsoft.

Além disso, o comunicado de Trump acontece em um momento de tensões crescentes entre ele e o governo da China em diversos pontos. O que inclui rivalidade comercial e a resposta de Pequim à pandemia.

TikTok proibido? O que está por trás do anúncio de Trump
TikTok proibido? O que está por trás do anúncio de Trump – Foto: Reprodução/Jonal da Record

O que é o TikTok?

O TikTok é um aplicativo grátis, um tipo de versão mais curta do Youtube. Os usuários tem o poder de compartilhar vídeos de até um minuto e decidir entre um imenso banco de músicas e filtros. Além disso, no geral, os vídeos costumam ter sincroniza labial com músicas, cenas diversas e truques de edição não muito comuns.

A ferramenta ganhou popularidade nos últimos anos, em especial entre pessoas jovens.

Tais vídeos ficam disponíveis para seguidores ou não. Por padrão, todos os perfis são públicos, embora os usuários tenham a opção de colocar os vídeos disponíveis apenas para uma lista de contatos.

Quando alguém tem mais de mil seguidores, ele ganha o poder de realizar transmissões ao vivo e aceitar presentes digitais dos quais podem ser transformados em dinheiro.

Além disso, o aplicativo mostra tanto vídeos de contas que o usuário segue e, com mais destaque, o conteúdo que o app decide se baseando no histórico de vídeos assistidos.

TikTok proibido? O que está por trás do anúncio de Trump
TikTok proibido? O que está por trás do anúncio de Trump – Foto: Reprodução/Uol

Também é possível compartilhar mensagens privadas.

Onde o TikTok foi proibido?

A Índia já proibiu o TikTok e outros aplicativos da China. A Austrália, que já bloqueou a empresa de tecnologia da China Huawei e a companhia de equipamentos de telecomunicações ZTE, também considera proibir o TikTok.

Desde o começo do ano passado, a ferramente se manteve no topo dos rankings de instalações.

O distanciamento social devido à pandemia também parece ter causado crescimento no interesse. O que levou o TikTok e seu semelhante Douyin (disponível na China) a um número estimado de 2 bilhões de instalações no mundo todo. Além disso, por volta de 800 milhões de usuários ativos todo mês.

O app foi baixado mais vezes na Índia. No entanto, com o banimento de Délhi, indica que a China é o seu mercado principal, seguido pelos EUA. O Brasil se encontra no quinto lugar, após a Indonésia.

O que está por trás do anúncio de Trump
TikTok proibido? O que está por trás do anúncio de Trump – Foto: Reprodução/Canaltech

TikTok proibido: Por que o Trump não gosta do aplicativo?

O desgosto de Trump pelo TikTok vai além de somente receios com a privacidade dos estadunidenses.

Na Índia, o TikTok foi proibido depois de um problema na fronteira com a China – a ferramenta acabou incluída em uma rivalidade geopolítica. Está acontecendo a mesma coisa nos EUA. A atenção de Trump está fixada na China – e é através dessa cena que se deve ver a situação do TikTok no país.

O aplicativo afirma que não guarda informações de usuários na China e jamais compartilharia dados ao governo de Pequim.

No entanto, de várias formas, não há importância no que o TikTok afirma, o fato de fazer parte de uma companhia chinesa já basta.

Além disso, não se pode esquecer da última experiência de Trump com o aplicativo.

TikTok proibido? O que está por trás do anúncio de Trump
TikTok proibido? O que está por trás do anúncio de Trump – Foto: Reprodução/Naked Secutiry

No último mês, usuários da ferramenta afirmaram ter conseguido deixar vazio um comício do presidente em Tulsa. Isso após conquistarem ingressos que não queriam utilizar.

E, embora exista vozes republicanas e conservadoras no TikTok, a conta de usuários nos Estados Unidos costuma ser mais jovem, liberal e de esquerda.

É difícil não considerar que não seja uma característica essencial para Trump.

TikTok proibido: Por que os EUA têm receio?

Autoridades e políticos dos Estados Unidos criaram receios sobre o TikTok: as informações conseguidas pela ByteDance através da ferramenta podem ser repassadas para o governo da China.

O TikTik trabalha com um modelo parecido, embora separado, no aplicativo na China, chamado de Douyin. Ele afirma que todas as informações dos usuários dos Estados Unidos são guardados no próprio país, com um backup em Cingapura.

O que está por trás do anúncio de Trump
TikTok proibido? O que está por trás do anúncio de Trump – Foto: Reprodução/TecMundo

O aplicativo consegue uma imensa quantidade de informações a respeito de seus usuários, o que inclui quais vídeos são assistidos e comendados, informações de localização, modelo do smartphone e sistema operacional utilizado e a velocidade de digitação dos usuários ao utilizar as teclas.

As alegações contra o TikTok mostram ser baseadas na chance teórica de o governo da China exigir a ByteDance, conforme as leis do local, a compartilhar informações a respeito de usuários de fora do país.

A Lei de Segurança Nacional de 2017 chinesa exige que qualquer companhia ou cidadão a “apoiar, ajudar e cooperar com o trabalho de inteligência do Estado”.

A companhia sempre desmentiu que compartilha informações de usuários para o governo da China.

Na última semana, o TikTok afirmou que os usuários e reguladores que continuaria com um alto nível de transparência, o que inclui permissão de revisão dos algoritmos.

TikTok proibido? O que está por trás do anúncio de Trump
TikTok proibido? O que está por trás do anúncio de Trump – Foto: Reprodução/Hubify

“Não somos políticos, não aceitamos publicidade política e não temos agenda (política), nosso único objetivo é permanecer uma plataforma dinâmica e vibrante para que todos possam desfrutar”, afirmou o DEO do TikTok, Kevin Mayer, em uma puplicação na última semana. “O TikTok se tornou o alvo mais recente, mas não somos o inimigo”.

Quem é dono do TikTok?

A companhia ByteDance é hoje um dos “unicórnios” mais valiosos – como são chamadas as start-ups de tecnologias que valem mais de um bilhão de dólares.

O preço de mercado estimado da empresa é de 78 bilhões de dólares, de acordo com um relatório da Reuters do final de 2019. A companhia já fez investimentos em mais de 20 startups desde 2012. Entre elas estão: Lark (mensagens), Flipchat (conversas por vídeo) e Toutia (agregador de notícias).

Os investidores afirmam que a ByteDance está quase gerando 30 bilhões de dólares em receitas este ano – uma cifra astronômica ao comparar com os por volta de 20 bilhões de dólares do ano passado.

Seu lucro líquido pode aumentar duas vezes em 2020, alcançando 7 bilhões de dólares, de acordo com cifras compartilhadas pela revista The Economist.

O que está por trás do anúncio de Trump
TikTok proibido? O que está por trás do anúncio de Trump – Foto: Reprodução/El País

A companhia foi fundada em 2012, com sede em Pequim.

Após investir em diversos aplicativos, a ByteDance criou o popular TikTok, chamado Douyin, que foi lançado no local em 2016.

Em 2017, o Douyin veio ao mercado mundial chamado de TikTok. Isso foi no mesmo ano em que a ByteDance adquiriu o Musical.ly, ganhando mais de 20 milhões de usuários ativo, que auxiliaram na popularização do TikTok.

A ByteDance vai além do aplicativo de vídeos. Em 2016, a companhia se tornou a maior acionista do serviço de notícias da Índia, BaBe.

Entre outros aplicativos que são um sucesso, estão o Xigua Video (uma ferramenta de vídeos para toda semana de cinco minutos de extensão), o Lark (uma ferramenta de comunicação online), e o Vigo Video (também de vídeos pequenos, muito famoso entre os adolescentes da China).

A companhia também desenvolve smartphones e trabalha desde o ano passado no lançamento do próprio celular.

Gostou?

O que você achou do TikTok ser proibido nos EUA? Deixe seu comentário. Além disso, não se esqueça de entrar no nosso grupo do Telegram. É só clicar no botão “Canal do Telegram” no topo direito da página.