O criador de apps e gerente de engenharia da WSL Hayden Barnes divulgou com a comunidade dados a respeito dos trabalhos em volta do WinApps que deve ser incluído no Windows Subsystem para Linux na Canonical.

Vênus, o “planeta infernal”, parece ter perdido menos água do que se esperava

Além disso, no tweet publicado, é possível ver um pequeno fragmento de filmagem, no qual foi exibido como “quase nativamente” ele podia rodar apps do Microsoft Office em seu desktop Ubuntu.

WinApps já está disponível e permite a execução de aplicativos Windows no Linux
WinApps já está disponível e permite a execução de aplicativos Windows no Linux – Foto: Reprodução/SempreUpdate

Além disso, como exibido, eles pareciam ser apps nativos do Windows em um contêiner ou VM dentro do Ubuntu. No entanto, não apareceram detalhes a respeito de como isso foi alcançado e somente dúvidas se mantiveram por diversos meses. isso porque Hayden Barnes falou que ele não iria divulgar o trabalho com o público até que tivesse alguma estabilidade.

Em vez de esperar que isso aconteça, o WinApps foi criado como uma forma simples de comando para incluir aplicativos que são executados dentro de uma máquina virtual (ou em qualquer servidor RDP) diretamente no GNOME como se fossem aplicativos nativos.

WinApps já está disponível e permite a execução de aplicativos Windows no Linux

WinApps já está disponível e permite a execução de aplicativos Windows no Linux
WinApps já está disponível e permite a execução de aplicativos Windows no Linux
– Foto: Printscreen/GeekBlog

Agora, meses depois do comunicado, o projeto e o código-fonte que está liberado no GitHub, assim como as instruções para incluir o WinApps em nosso sistema, foram, enfim, compartilhados com o público.

Dessa forma, é importante destacar que WinApps mal foi publicado. Então, a estabilidade do projeto ainda não é boa. Ou seja, este pode ser somente o início de um grande processo que virá pela frente. Além disso, este é visto como um projeto pessoal de Curtis. Por fim, o recurso é rival de outros do mesmo tipo que tornam possível rodar apps Windows no Linux, como o Wine.

Como o WinApps funciona?

Executando um servidor RDP Windows em um recipiente VM em segundo plano;
Verificar o servidor RDP para aplicativos instalados, como o Microsoft Office;
Se esses programas são instalados, criar atalhos que aproveitam FreeRDP tanto o CLI para a bandeja GNOME;
Além disso, pode acessar arquivos em seu diretório inicial via montagem \\tsclient\dentro do VM;
Você também pode clicar com o botão direito em qualquer arquivo em seu diretório inicial para abri-lo com um aplicativo.

No momento, a lista de aplicativos que já são compatíveis é a seguinte:

Abaixo está direcionado à comunidade e, portanto, a equipe WinApps pode não ter testado muitos aplicativos.

Aplicativos suportados atualmente

  • Internet Explorer 11
  • Microsoft Access (2016)
  • Microsoft Access (2019)
  • Microsoft Access (Office 365)
  • Microsoft Excel (2016)
  • Microsoft Excel (2019)
  • Microsoft Excel (Office 365)
  • Microsoft Word (2016)
  • Microsoft Word (2019)
  • Microsoft Word (Office 365)
  • Microsoft OneNote (2016)
  • Microsoft OneNote (2019)
  • Microsoft OneNote (Office 365)
  • Microsoft Outlook (2016)
  • Microsoft Outlook (2019)
  • Microsoft Outlook (Office 365)
  • Microsoft PowerPoint (2016)
  • Microsoft PowerPoint (2019)
  • Microsoft PowerPoint (Office 365)
  • Microsoft Publisher (2016)
  • Editor da Microsoft (2019)
  • Editor Microsoft (Office 365)

Além disso, como tal, trabalhar em uma VM pode ter desencorajado muitos. Isso porque é praticamente mais prático trabalhar em uma instalação do Windows em uma máquina virtual.

No entanto, o interesse no projeto é que o WinApps se limita a trabalhar somente com elementos-chave e deixa de fora diversos serviços e apps que utilizaram muito mais memória do PC. Dessa forma, vale a pena dar uma chance para o projeto.

Como instalar WinApps no Linux?

Por fim, para os que estiverem interessados em testar a ferramenta em seu sistema, será possível implementa-lo ao seguir as instruções detalhadas aqui.

Lá, você também irá encontrar a documentação sobre a ferramenta, assim como dados a respeito de como testar novos apps. Além disso, é possível compartilhar dados a respeito dos apps que você testou e não estão na lista.

O que você achou do WinApps? Deixe seu comentário. Além disso, não se esqueça de entrar no nosso grupo do Telegram. É só clicar no botão “Canal do Telegram” no topo direito da página.