Há exatamente 25 anos atrás, a Microsoft anunciava o tão esperado Windows 95. Dessa forma, Jay Leno ajudou a lançar o software ao lado do co-fundador da Microsoft, Bill Gates, com muitas piadas e a apresentação de toda a equipe de desenvolvimento do Windows 95 no palco. 

Foi um grande dia para a Microsoft (principalmente no exterior) com comerciais de TV bombardeando “Start Me Up” dos Rolling Stones e imagens do novo botão Iniciar que ainda (de um jeito diferente) usamos hoje. 

Veja também atalhos do Windows 10, 8 e 7!

A Microsoft investiu tanto no sistema operacional que até contratou Jennifer Anniston e Matthew Perry (estrelas de Friends) para criar uma sitcom cibernética de uma hora sobre o Windows 95, e o software era tão popular que 7 milhões de cópias foram vendidas durante as primeiras cinco semanas.

Muitas mudanças e novos recursos

Longe de toda a fanfarra em torno do lançamento, os geeks de PC estavam escolhendo entre processadores Pentium ou 486, discos rígidos IDE ou SCSI, CD-ROMs de velocidade dupla e placas de áudio Sound Blaster para experimentar o melhor do Windows 95.

A Microsoft havia adicionado muitos recursos no Windows 95, mas o maior deles era um novo botão Iniciar, menu e barra de tarefas que tornava muito mais fácil descobrir aplicativos e navegar no sistema operacional. As melhorias na multitarefa e na interface gráfica foram um grande salto em relação ao Windows 3.1 e aos dias do MS-DOS, mas a interface era bastante semelhante para os usuários de Macintosh e OS/2 na época.

No entanto, o Windows 95 não era só o botão Iniciar. Além de ser um sistema operacional de 32 bits, uma adição importante foi o suporte para nomes de arquivo longos, de até 250 caracteres. Parece um recurso básico em 2015, mas na época tornou a nomeação de documentos muito mais fácil. Outro grande recurso foi a introdução do Plug and Play, para detectar e instalar hardware automaticamente. Embora o processo de Plug and Play tenha sido bastante aprimorado em versões mais recentes, a implementação do Windows 95 era frequentemente referida como Plug and Pray, graças ao processo de instalação de dispositivo geralmente não confiável que resultava em conflitos de IRQ e muita diversão no driver.

O Windows 95 possuía muitos recursos novos

Windows 95: 25 anos de história! - Foto: Reprodução/The Verge
Windows 95: 25 anos de história! – Foto: Reprodução/The Verge

A Microsoft tinha outros planos igualmente ambiciosos para o Windows 95. Um novo aplicativo Microsoft Network (MSN) veio junto com um ícone de destaque na área de trabalho. O MSN foi projetado para fornecer acesso a e-mail, salas de bate-papo, grupos de notícias e as primeiras homepages da WWW por meio de uma conexão dial-up. Dessa forma, a Microsoft cobrava uma taxa mensal para acessar o MSN e, se você o usava por mais de três horas por mês, havia taxas extras. Eram os primeiros dias da Internet e das conexões dial-up, e o MSN agora existe como um serviço da web por meio de vários aplicativos personalizados ou de um navegador.

Além disso, a Microsoft também apresentou sua primeira ideia de sincronizar dados entre várias máquinas no Windows 95. O My Briefcase tinha como objetivo sincronizar arquivos entre um notebook e uma máquina desktop e, em versões modernas do Windows, é tudo movido a nuvem graças ao serviço de armazenamento OneDrive da Microsoft. 7

A Microsoft até introduziu o suporte ao perfil de usuário no Windows 95 para permitir que vários membros da família entrem e tenham seus próprios perfis separados com links e aplicativos. Se não ficou satisfeito com todos os novos recursos do Windows 95, você poderia adquirir o Microsoft Plus! para Windows 95 na época. Dessa forma, ele incluía o Internet Jumpstart Kit (uma versão anterior do Internet Explorer), suporte a temas e vários utilitários de sistema. 

Além disso, as atualizações subsequentes do Windows 95 também introduziram novos recursos antes do Windows 98 chegar, três anos depois, para melhorar ainda mais as coisas.

Confira abaixo um vídeo o vídeo de Bill Gates, Steve Ballmer e outros dançando “Start Me Up” no lançamento do Windows 95:

Maneiras de como o Windows 95 mudou o mundo

Sem dúvidas alguma, o Windows 95 foi a maior e mais ousada atualização que a Microsoft já realizou. Até hoje, você pode argumentar que nenhuma versão do Windows foi tão significativa. Mesmo quando a Microsoft trocou o Windows do núcleo do MS DOS para o kernel do Windows NT com XP (e em menor grau 2000, que atraiu alguns usuários domésticos), não foi uma mudança tão grande em termos de percepção do público.

Embora não tenha sido o melhor sistema operacional que a Microsoft já construiu, o Windows 95 foi o mais importante e mudou o PC mais do que qualquer versão do Windows antes ou depois. Dessa forma, abaixo estão algumas das razões pelas quais este sistema operacional foi tão importante para a computação.

1) O botão Iniciar e barra de tarefas

Windows 95: 25 anos de história! - Foto: Reprodução/Forbes
Windows 95: 25 anos de história! – Foto: Reprodução/Forbes

O Windows 95 marcou uma nova maneira de fazer as coisas. O botão “Iniciar”, que dominou a campanha publicitária, foi o foco de muitos. Havia piadas sobre como não fazia nenhum sentido lógico pressionar “Iniciar” para desligar o computador. Na verdade, como o Windows 8 (a ausência no sistema operacional) iria mostrar, o Menu Iniciar tornou-se algo tão profundamente enraizado nas mentes dos usuários que sua remoção causaria um alvoroço total.

Além disso, também crucial na história de sucesso do Windows 95 foi a barra de tarefas. Isso era novo para o Windows e não tinha rival em outros sistemas operacionais convencionais. Ser capaz de ver todos os seus aplicativos abertos na parte inferior da tela foi incrível, e não vamos esquecer que o Windows 95 também era capaz de realizar várias tarefas ao mesmo tempo, então essa era uma forma importante para os usuários acompanharem o que estava sendo executado.

Provavelmente, também vale a pena mencionar que a barra de tarefas é uma das poucas coisas que a Microsoft nunca tentou remover do Windows. Parece que ganhou seu lugar, para nunca mais ser deixado para trás.

2) Um verdadeiro sistema operacional

Windows 95: 25 anos de história! - Foto: Reprodução/Forbes
Windows 95: 25 anos de história! – Foto: Reprodução/Forbes

Algumas pessoas argumentaram também que o Windows 95 não era realmente um sistema operacional e, na verdade, era mais uma GUI – como o Windows 3x – que se sobrepunha ao DOS. Na verdade, isso não era verdade e, embora o DOS desempenhasse um papel importante no Windows 95 e fosse necessário para manter a compatibilidade com drivers mais antigos, o Windows 95 fazia a maior parte do trabalho pesado.

Além disso, tecnicamente significativo também foi a mudança para o suporte de 32 bits. Dessa forma, o Windows 95 precisava de um processador de 32 bits para funcionar. Você também pode dar a arquivos e pastas 255 nomes de caracteres, algo que você já fazia no MacOS há muito tempo. Coisas como essa parecem absurdas (óbvias) agora, mas fizeram uma grande diferença em como os computadores baseados no Windows eram usáveis.

3) Plataforma de jogos

Windows 95: 25 anos de história! - Foto: Reprodução/The Verge
Windows 95: 25 anos de história! – Foto: Reprodução/The Verge

O Windows 95 também foi significativo para jogos. Sem dúvida foi parte do motivo pelo qual a Microsoft conseguiu construir uma reputação de plataforma de jogos que persiste até hoje. E embora tenha havido momentos em que parecia que os consoles mataram os jogos do Windows, atualmente parece mais forte do que nunca. Isso é graças, em grande parte, a Steam da Valve, que trouxe uma loja vibrante para o Windows.

Dessa forma, o DirectX chegaria em versões posteriores do Windows 95. Na época, ele era um pouco menos do que brilhante e a maioria dos jogos ficava com o OpenGL, mas com o passar do tempo o DirectX provou ser uma das adições mais poderosas da Microsoft ao seu sistema operacional.

Os jogos do Windows 95 podem ser executados nativamente, no sistema operacional, ou você pode simplesmente gerar uma caixa DOS para jogar. Eu fiz parecer simples; na verdade, isso era algo que você gastaria muito tempo ajustando para colocar em execução, e ainda havia momentos em que você acabaria gritando com o seu PC de frustração.

4) Acessando a internet

Windows 95: 25 anos de história! – Foto: Reprodução/The Verge

O Windows 95 também tornou muito fácil ficar online. Dessa forma, ele não precisava que você tivesse um arquivo winsock.dll funcionando para navegar na rede. Este foi o início de uma verdadeira revolução e, devido ao grande número de usuários do Windows, deve ter desempenhado um grande papel no aumento da adoção de serviços online.

5) Sincronizar “coisas” antes do Dropbox

Windows 95: 25 anos de história! - Foto: Reprodução/Reuters
Windows 95: 25 anos de história! – Foto: Reprodução/Reuters

A “pasta” do Windows foi outra daquelas coisas que, quando você olha para trás, era realmente legal. Esse pequeno recurso permitia que você copiasse arquivos para ele, que seriam mantidos sincronizados. Portanto, coloque um disquete e você terá uma maneira de manter documentos importantes atualizados em um notebook e desktop.

Curiosamente, a pasta ainda era encontrada no Windows até o lançamento do Windows 8. Hoje em dia, é claro, a Microsoft irá apenas encorajá-lo a sincronizar tudo através do OneDrive. É incrível pensar que esse recurso começou no Windows 95.

6) Perfis de usuário

Windows 95: 25 anos de história! - Foto: Reprodução/Reuters
Windows 95: 25 anos de história! – Foto: Reprodução/The Verge

O Windows 95 também adicionou perfis de usuário, embora eles realmente não tivessem a segurança de que você precisa hoje em dia. Dessa forma, eles eram muito simples de contornar, principalmente se comparado aos padrões modernos. Mesmo assim, deu aos usuários a opção de ter uma configuração personalizada para cada pessoa em sua casa.

7) Plug and Play

Windows 95: 25 anos de história! - Foto: Reprodução/YouTube
Windows 95: 25 anos de história! – Foto: Reprodução/YouTube

Embora fosse famoso por ser “totalmente lixo”, o Plug and Play do Windows 95 trouxe uma grande mudança para a computação. Na maior parte, o Mac foi isolado de adições de hardware difíceis. Dessa forma, os dispositivos da Maçã  geralmente não permitiam que tanto hardware extra seja adicionado, e em 1995 isso era especialmente verdadeiro. Os PCs, por outro lado, precisavam ser executados em todos os tipos de hardware diferentes. “Plug and Play” significa que o Windows pode detectar hardware compatível e instalar software automaticamente ou solicitando que você insira um disco de driver.

É fácil esquecer agora, mas o Windows ainda oferece suporte a uma quantidade incrível de hardware. Enquanto a Apple fica feliz em simplesmente cortar os dispositivos mais antigos, a Microsoft continua oferecendo suporte a vários complementos para PCs. Alguns argumentam que isso é um problema e uma das coisas que torna o Windows menos confiável. Mesmo assim, o Windows atualmente é bastante estável e você pode se surpreender com o tipo de hardware que simplesmente “funcionará” no Windows.

Curiosidades sobre o Windows 95

Windows 95: 25 anos de história! - Foto: Reprodução/Microsoft
Windows 95: 25 anos de história! – Foto: Reprodução/Microsoft
  • O Windows 95 foi a primeira versão do software a ser datada por seu nome. Dessa forma, ele substituiu o Windows 3 e suas várias atualizações;
  • Para impulsionar seus méritos como uma potência de multimídia, a Microsoft lançou o Windows 95 com dois videoclipes: Weezer, dirigido por Spike Jonze, inspirado em Happy Days e Good Times de Eddie Brickell;
  • O som de seis segundos que tocou no start-up, conhecido como The Microsoft Sound, foi composto por Brian Eno. Além disso, mais tarde, Eno revelou que o jingle não foi feito em um PC como dito na época: “Nunca usei um PC na minha vida. Eu não gosto deles.”;
  • Também havia um vídeo promocional com Start Me Up (como já dito na matéria) dos Rolling Stones. Sim, “nerds de computação” e computadores finalmente eram legais;
  • Os requisitos de sistema para o software exigiam um mínimo de 4 MB de memória e 50-55 MB de espaço no disco rígido. Vinte anos depois, o Windows 10 requer pelo menos 1 GB de RAM e 16 GB de espaço no disco rígido;
  • Para comemorar o lançamento do Windows 95, a Microsoft colocou uma roda-gigante de tamanho real no gramado da frente de seu campus em Redmond;
Windows 95: 25 anos de história! – Foto: Reprodução/Microsoft
  • O sistema operacional foi um sucesso imediato. Dessa forma, um ano após seu lançamento, a Microsoft vendeu 40 milhões de cópias do Windows 95;
  • Em uma das acrobacias publicitárias mais brega da história da tecnologia, promotores na Polônia contrataram um submarino para mostrar aos repórteres “como seria a vida sem o Windows”;
  • A Microsoft interromperia o suporte ao Windows 95 em dezembro de 2001, quando o Windows 98 se tornou o “principal”.

De qualquer forma, feliz aniversário, Windows 95!

Portanto, feliz aniversário de 25 anos, Windows 95. Podemos estar acostumados a uma computação muito mais estável agora, e a um mundo que pareceria rebuscado em 1995, mas foi esse sistema operacional que definiria o modelo para os próximos anos.

Portanto, quando você pressiona o ícone do menu Iniciar hoje, pense onde tudo começou e diga “parabéns” ao sistema operacional que deu início a tudo.

Gostou? O que achou? Deixe seu comentário. Além disso, não se esqueça de entrar no nosso grupo do Telegram. É só clicar em “Canal do Telegram” que está localizado no canto superior direito da página!