Comparação entre versões do Windows Server: 2016, 2019 e 2022

versões do Windows Server
Avatar de windowsteam

Compartilhe

Compartilhar Post

Com a rápida evolução da tecnologia, manter a infraestrutura de TI atualizada é crucial para a eficiência e segurança das operações empresariais. O Windows Server, uma das soluções de servidor mais robustas e amplamente utilizadas, passou por várias atualizações significativas nas últimas versões.

Desde o lançamento do Windows Server 2016, seguido pelo de 2019 e culminando no mais recente Windows Server 2022, a Microsoft tem introduzido uma série de melhorias em termos de recursos, desempenho e segurança.

Pensando nisso, neste artigo vamos comparar essas três versões, destacando suas diferenças principais, avanços em desempenho e segurança, e oferecendo orientações para ajudar sua empresa a escolher a versão que melhor atende às suas necessidades específicas. Vamos lá?

Diferenças de recursos e funcionalidades

versões do Windows Server
Imagem: Microsoft

Windows Server 2016

Esta versão marcou a introdução de várias tecnologias novas. Entre os destaques, estão os contêineres do Windows e do Hyper-V, que permitem a criação de ambientes de aplicativos isolados e leves. O Nano Server, uma instalação mínima do Windows Server, foi introduzido para oferecer uma opção de implantação extremamente leve, ideal para execução de contêineres.

Além disso, o Storage Spaces Direct (S2D) trouxe uma solução de armazenamento definido por software que facilita a criação de clusters de armazenamento escaláveis e resilientes.

Windows Server 2019

Com o Windows Server 2019, a Microsoft focou em integrar ainda mais os ambientes locais com o Azure. O Windows Admin Center, uma ferramenta de gerenciamento baseada na web, foi um dos grandes destaques, proporcionando uma interface unificada para gerenciar servidores e clusters.

O System Insights introduziu capacidades de análise preditiva para prever problemas de desempenho e capacidade. Outra grande melhoria foi a integração mais profunda com os serviços do Azure, como o Azure Backup e o Azure Site Recovery, facilitando a implementação de estratégias de recuperação de desastres e backup na nuvem.

Windows Server 2022

A versão mais recente, o Windows Server 2022, continua essa tendência de integração com a nuvem e de melhorias em segurança. O Secured-core server, uma configuração de segurança que protege contra ameaças no nível de firmware, é um dos grandes avanços.

Além disso, há melhorias significativas em contêineres, como tempos de inicialização mais rápidos e integração com o Kubernetes. O Windows Server 2022 também aprimora o desempenho de rede com o TCP HyStart++ e o RACK, que ajudam a reduzir a latência e aumentar a eficiência da rede.

Melhoria de Desempenho e Segurança

Com cada nova versão do Windows Server, a Microsoft tem trabalhado para melhorar o desempenho e a segurança do sistema.

O Windows Server 2016 introduziu o protocolo de transporte Storage Spaces Direct (S2D), que melhorou consideravelmente a eficiência e o desempenho do armazenamento.

O Windows Server 2019 trouxe o System Insights, que utiliza machine learning para analisar dados de uso histórico e prever necessidades futuras de recursos, permitindo uma gestão proativa do desempenho.

Já o Windows Server 2022 aperfeiçoou o desempenho da rede com novos algoritmos de controle de congestionamento e melhorias no SMB (Server Message Block), que aumentam a eficiência das operações de rede.

Em termos de segurança, o Windows Server 2016 introduziu o Credential Guard e o Device Guard para proteção contra ataques de credenciais e controle de execução de código. O Windows Server 2019 continuou a aprimorar essas tecnologias e adicionou a função de Windows Defender Advanced Threat Protection (ATP) para fornecer uma solução de segurança mais abrangente.

Já o Windows Server 2022 trouxe o conceito de Secured-core server, que aplica proteções avançadas no nível de firmware, e melhorias no Windows Defender ATP, além de integração com o Azure Security Center para uma visão mais abrangente das ameaças.

Qual escolher para sua empresa?

A escolha da versão correta do Windows Server depende das necessidades específicas da sua empresa. O Windows Server 2016 é ideal para empresas que buscam adotar contêineres e virtualização com uma infraestrutura local robusta, sendo um bom custo-benefício para organizações que não precisam das integrações mais recentes com a nuvem.

O Windows Server 2019 é uma excelente escolha para empresas que desejam uma melhor integração com os serviços de nuvem Azure, oferecendo ferramentas de gerenciamento mais avançadas, como o Windows Admin Center, que tornam o gerenciamento de servidores mais simples e eficaz, além de melhores capacidades de análise preditiva com System Insights.

Já o Windows Server 2022 é recomendado para empresas que necessitam de segurança de última geração e desempenho otimizado, sendo ideal para organizações que planejam uma forte integração com a nuvem e desejam aproveitar as últimas inovações em contêineres e Kubernetes, além de ser a melhor opção para ambientes que requerem alta eficiência de rede e proteção contra ameaças avançadas.

Por isso, avalie cuidadosamente os requisitos da sua organização e escolha a versão que melhor atende a essas necessidades para garantir uma infraestrutura de TI eficiente e segura!

Avatar de windowsteam